Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Bom português

puder ou poder?

ver mais

trás ou traz?

ver mais

impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

< voltar
< 1 min

Tomé Pinheiro da Veiga

Magistrado, poeta e genealogista português nascido em 1566 ou 1571, em Coimbra, e falecido em 1656, em Lisboa. Doutorou-se em Leis na Universidade de Coimbra, em 1593. Foi ainda ouvidor de Esgueira e de Alenquer e desembargador da Relação do Porto, da casa da Suplicação e dos Agravos. Em 1627, foi nomeado procurador da coroa. Secundou a revolução de 1640 e preparou as cortes do reinado de D. João IV. Alguns investigadores consideram-no como um dos presumíveis autores da Arte de Furtar. Das suas obras destaca-se Fastigímia, texto de índole humorística sobre as sociedades espanhola e portuguesa do seu tempo, que reflete um pendor moralizante presente em diversas obras barrocas. Aqui nos deixou saborosas anotações aos costumes de Seiscentos.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Tomé Pinheiro da Veiga na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-11-27 04:34:45]. Disponível em
Livros e Autores

Abelhas Cinzentas

Andrei Kurkov

A aldeia das almas desaparecidas

Richard Zimler

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Bom português

puder ou poder?

ver mais

trás ou traz?

ver mais

impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais