Academia Virtual - O Poder da Voz

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Tommy Hilfiger

Estilista norte-americano, Thomas Jacob Hilfiger nasceu a 24 de março de 1951, em Elmira, uma cidade nos arredores de Nova Iorque. Desde pequeno, manifestou interesse em fazer carreira no mundo da moda. Aos 18 anos abandonou os estudos e começou a vender roupa a retalho, abrindo uma loja nos limites de Nova Iorque destinada a comercializar produtos a preços acessíveis. Por isso, o estabelecimento chamava-se "The People's Place" (o lugar do povo). Tommy Hilfiger abastecia-se de jeans e calças à boca de sino na baixa de Nova Iorque e depois fazia a revenda nas suas lojas. Mas as pessoas da sua zona não corresponderam às melhores expectativas e, quando tinha 25 anos, a loja acabou por falir. Hilfiger, que, entretanto, já havia aberto outros dez estabelecimentos nos arredores de Nova Iorque, passou a dar mais importância ao design das roupas, assinando ele próprio as criações.
Nessa altura, resolveu mudar-se para o centro de Nova Iorque, com a ideia de montar o seu próprio negócio, o que o levou a recusar propostas para trabalhar com criadores conceituados como Calvin Klein.
Hilfiger, entretanto, vendeu o seu negócio a Mohan Murjani. Mas este também entrou em processo de falência e o estilista conseguiu recuperar a posse da empresa com a ajuda de dois sócios. Em 1982 foi fundada a Tommy Hilfiger, Inc., da qual se tornou presidente. A partir de 1984 passou a desenhar roupa para a sua própria marca, tendo começado por jeans para homem e sportswear. Com o passar dos anos a marca expandiu a sua área de intervenção para vestuário feminino e infantil, calçado, óculos, perfumes e adereços para casa.
A nível pessoal Hilfiger foi presidente da companhia entre 1982 e 1989. Mantendo-se sempre como estilista principal da marca, em 1992 assumiu o cargo de diretor da empresa.
A Tommy Hilfiger apostou sempre em roupas acessíveis para um público jovem e desportivo.
O talento artístico de Hilfiger foi reconhecido em 1995 com a atribuição de um prémio pelo canal musical VH1. Nesse mesmo ano, foi nomeado o melhor Estilista para Homem pelo Conselho de Estilistas da América.
Apostado em manter uma clientela jovem, associou-se em campanhas publicitárias a grandes nomes da música pop e rock como os Rolling Stones e Britney Spears.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Tommy Hilfiger na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-09-29 12:24:17]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Palavras raras, palavras caras

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais