Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Torres Novas

Aspetos Geográficos
O concelho de Torres Novas, do distrito de Santarém, localiza-se na Região Centro (NUT II) no Médio Tejo (NUT III). Situado nas proximidades da margem direita do rio Tejo, percorrido pelo rio Almonda e limitado a noroeste pelas serras de Aire e Candeeiros, faz fronteira a norte com os concelhos de Ourém e Tomar, a sul com Santarém e Golegã, a oeste com Alcanena e a este com Entroncamento e Vila Nova da Barquinha.
No total, abrange uma área de cerca de 270 km2 e é constituído por 17 freguesias: Alcochorete, Assentis, Brogueira, Chancelaria, Lapas, Olaia, Paço, Parceiros da Igreja, Pedrógão, Rianchos, Ribeira Branca, Salvador, Santa Maria, Santiago, São Pedra e Zibreira.
Pormenor da tarambola no rio Almonda, em Torres Novas
Igreja da Misericórdia de Torres Novas
Igreja de Santiago, em Torres Novas
Brasão do concelho de Torres Novas
Em 2005, o concelho apresentava 37 105 habitantes.
O natural ou habitante de Torres Novas denomina-se torrejano ou torriense.
História e Monumentos
Torres Novas data talvez da época romana uma vez que foram descobertos vestígios de uma cidade romana - Vila Cardilio.
Em 1148, D. Afonso Henriques conquistou o seu território aos mouros e o foral foi concedido por D. Sancho I, em 1190.
A vila foi mais tarde palco de duas importantes cortes: uma em 1438, aquando da morte de D. Duarte; e outra em 1535, aquando do casamento da Infanta D. Isabel com Carlos V e altura em que D. Dinis doou a vila a sua mulher, a Rainha Santa Isabel. Mais tarde, D. João II concedeu-a a D. João de Lencastre.
A vila foi elevada a cidade em 14 de agosto de 1985.
O concelho é provido de numerosos monumentos, destacando-se: o castelo medieval (reconstruído por D. Sancho I e D. Fernando I) e o Jardim da Avenida, as antigas ruínas romanas de Cardílio, as grutas das Lapas, a reserva natural do paul do Boquilobo, o conjunto dos moinhos da Pena, o Museu Municipal Carlos Reis e o espólio do Museu Agrícola de Riachos, as igrejas de S. Salvador, de S. Tiago, de S. Pedro, de N. Sra. do Carmo, de Sto. António, da Misericórdia e a Ermida de N. Sra. do Vale, todas elas revestidas a azulejo do século XVII.
Tradições, Lendas e Curiosidades
Em Torres Novas realizam-se várias feiras, entre elas a Feira de S. Gregório ou Feira de março, que começa quinze dias antes do último domingo de março e termina no último domingo desse mês, e a Feira Nacional de Frutos Secos, que decorre durante a primeira quinzena de outubro.
Quanto às festas, realizam-se as seguintes: a Festa de N. Sra. da Purificação, em Alcorochel, a 2 de fevereiro; a procissão do Senhor dos Passos, em Assentis, no domingo de Ramos; as Festas do Espírito Santo, em Meia-Via, em maio; as Festas de Sto. António, a 12 de junho, em Torres Novas; as festas da cidade de Torres Novas, no início de julho; a bênção do gado e Festas de Sto. António, em Riachos, a 12 de junho; a Festa de N. Sra. das Neves, em Lapas, em agosto; a Festa de Sta. Eufémia, em Chancelaria, entre agosto e setembro; a Festa de N. Sra. Mãe dos Homens, em Pedrógão, em setembro; a tradição do Enterro do Bacalhau, que é levada a cabo em muita aldeias do concelho.
O feriado municipal decorre na quinta-feira de Ascensão, também conhecida pela quinta-feira de Espiga (40 dias após a Páscoa).
A nível de artesanato salientam-se as olarias de Árgea, as rendas e bordados, a cerâmica e os azulejos.
Economia
O setor de atividade mais importante é o terciário, logo seguido do secundário. Predominam as pequenas e médias empresas industriais (indústrias de papel, têxtil, alimentar e metalomecânica), mas foi a construção de médias e grandes superfícies comerciais que atraiu a população ativa, assim como a banca, seguros, ensino, transportes e comunicação.
O setor primário tem pouca expressão no contexto económico, destacando-se a produção de milho nos vinhedos e na reserva natural do paul do Boquilobo, o olival e os frutos frescos. A produção florestal também tem pouco significado no concelho, sendo a espécie florestal predominante o pinheiro bravo. Os ovinos representam cerca de 50% do total de efetivos do setor pecuário.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Torres Novas na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-06-30 17:48:30]. Disponível em

Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros