Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

transtorno de stress pós-traumático

O transtorno de stress pós-traumático é uma síndroma associada aos transtornos de ansiedade, apesar de este ser apenas um entre muitos sintomas nesta doença. Só recentemente foi reconhecida pela maioria dos profissionais de saúde e não era, portanto, incluída nos diagnósticos dos clínicos.
Existem, assim, muitos relatos de "neurose de guerra" da Primeira Guerra Mundial e mais tarde "neuroses traumáticas" da Segunda Guerra Mundial, além de outras reações psicológicas duradouras dos sobreviventes do holocausto e de vários desastres civis. A seguir à Guerra do Vietname descobriu-se que muitos dos veteranos sofriam da síndrome de choque pós-traumático, em que aconteciam flashbacks de experiências de combate que atormentavam as vítimas. E estes transtornos eram graves, incapacitantes e não desapareciam. Alguns soldados portugueses que combateram na guerra colonial apresentam os mesmos sintomas.
Na verdade, hoje sabe-se que acidentes, tragédias pessoais tais como morte de familiares, abusos sexuais e violência doméstica, são igualmente fatores que induzem no stress pós-traumático.
Em 1976, Horowitz publicou um trabalho sobre o impacto do trauma na personalidade. Observou que as vítimas de trauma alternam entre a negação do acontecimento e a sua repetição compulsiva através de pesadelos e flashbacks. Desta forma, a mente tenta processar e organizar estímulos avassaladores. Horowitz identificou oito temas psicológicos comuns que seguem um trauma muito forte: tristeza, culpa quanto aos impulsos destrutivos, culpa por sobreviver, medo de identificar-se com as vítimas, vergonha por sentir-se desamparado e vazio, medo de repetir o trauma e intensa raiva dirigida à fonte do trauma.
Para ser diagnosticado, precisam de estar presentes vários sintomas:
O sujeito deveria ter experimentado um acontecimento traumático muito perturbador e fora do âmbito de experiência humana; deveria reviver este trauma através de sonhos ou pensamentos intrusivos; deveria sofrer de vigilância aumentada, falta de motivação, evitamento dos estímulos associados ao trauma e explosões irracionais, bem como dificuldade em conciliar o sono. Estes sintomas teriam de existir pelo menos durante um mês após seis meses da experiência ter tido lugar. Se surgir antes destes seis meses, não é diagnosticada.
O tratamento é realizado, geralmente, através da psicoterapia individual e/ou familiar e da psicofarmacologia.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – transtorno de stress pós-traumático na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-28 08:15:59]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais