Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Tucídides

Historiador grego, filho de Melésias, nascido em Atenas provavelmente no ano de 460 a. C. e desaparecido cerca de 400 a. C.
Teve como mestre de Filosofia Anaxágoras e de Oratória Antifonte.
Após ter sucedido a Címon, representou uma oposição real à política de Péricles, e apesar de ser tecnicamente hábil, introduzindo inclusive a prática das convocações nos partidos, é ostracizado em 443 a. C., permitindo quinze anos de poder político absoluto de Péricles.
Busto de Tucídides, historiador grego
Em 424 o espartano Brásidas conquista Anfípolis, episódio ao qual Tucídides, enquanto estratego com responsabilidades, não soube dar resposta. Por tal, é condenado a um desterro de vinte anos, ao que tudo aponta na Sicília. Terá regressado em 403 a. C. após a libertação de Atenas por Trasíbulo.
A obra que pacientemente redigiu, História da Guerra do Peloponeso, é um documento pejado de referências e informações de grande valia para a compreensão da amplitude e importância do conflito na vida da Grécia desse período.
Tucídides considerava a Guerra do Peloponeso como um dos acontecimentos mais importantes da história da Grécia. Sendo uma guerra civil, menos heroica que a guerra contra os Persas, mas mais atroz, fornecia ao pensador matéria mais rica e variada. Para tornar os factos inteligíveis procura-lhes as causas tanto materiais como psicológicas, o que o leva a falar dos recursos económicos de cada país, e a descrever o temperamento dos povos e o carácter das principais personagens. A originalidade de Tucídides afirma-se aliás no seu estilo conciso e vigoroso, com a preocupação constante de sujeitar a língua à expressão das suas ideias profundas e originais. Apoiado num forte sentido crítico, numa comparação equilibrada das partes, imparcial, e num conhecimento profundo do Homem e da própria política, apresenta-nos um trabalho de referência no panorama da literatura histórica. Não conseguiu acabar a sua obra, que compreende os anos 431-411, ao passo que a Guerra só terminou em 404.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Tucídides na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-04 07:58:55]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais