Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Um Falcão no Punho

Subordinado ao subtítulo Diário I, constitui o primeiro volume de uma série em que se integram Finita - Diário II (1987) e Inquérito às Quatro Confidências - Diário III (1996), da autoria de Maria Gabriela Llansol. A designação de "Diário" revela-se, porém, decetiva para o leitor que julgaria encontrar nestas páginas um registo autobiográfico e confessional em moldes tradicionais. Compreendendo que "um diário pode ser mais objetivo que uma vida pessoal" (p. 64), os familiares e as circunstâncias da vida situam-se num espaço exterior relativamente à consciência da narradora, e, se é certo que conserva uma ordenação cronológica e que evoca fragmentos do quotidiano, esse registo pessoal torna-se acessório relativamente a um outro discurso que obsidia a escrita, o do registo das diversas etapas de gestação e maturação dos livros. Das dúvidas, intuições, dificuldades que acompanham a produção literária - ocupando, nestas páginas, o rascunho mental e material de Lisboa leipzig uma parte considerável -, até ao orgulho com que verifica que livros concluídos ou publicados já cortaram o cordão umbilical com uma criadora que se institui então como sua primeira leitora, o registo da criação nestes fragmentos faz avultar a impressão de que a escrita constitui apenas um momento breve inserido num processo que se desenvolve de forma contígua com a vida, e de que a sua prosa, como diria Fiama, da criação poética, "vai sendo escrita, transformada, recordada, ao correr do tempo todo". A tal ponto que o próprio eu adquire o estatuto de figura, como Müntzer, Nietzsche ou Psalmodia, podendo colocar o "Diário, que diz respeito à ordem figural do quotidiano, ao lado de O Livro das Comunidades, Da Sebe ao Ser e de Causa Amante" (p. 72). Entre o Diário e o livro não existem limites demarcados, podendo, sem dificuldade, as páginas do Diário permutar livremente com as do livro, num caso ou noutro, a "maior responsabilidade é contribuir para que um livro seja um ser" (p. 83).
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Um Falcão no Punho na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-19 17:12:38]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros