Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

USENET

Rede criada em 1971 por Tom Truscott e Jim Ellis, estudantes da Duke University, EUA, ao tentarem ligar computadores da sua universidade e da Universidade da Carolina do Norte para troca de informação técnica sobre o sistema operativo UNIX.
O conceito original era a criação um sistema eletrónico semelhante a um painel informativo noticioso. Nesta altura, o protocolo UUCP era utilizado exclusivamente como a única forma de comunicar na Usenet mas, nos anos seguintes, o uso do novo protocolo NNTP permitiu a ligação da Usenet à ARPANET.
A Usenet funciona como um painel informativo gigante público e de acesso livre onde se transacionam milhares de mensagens diariamente separadas pelas várias hierárquias temáticas que compõem a rede. As hierarquias visam separar as mensagens por assuntos e temas de acordo com uma estrutura bem definida. Os participantes nos grupos de discussão (ou newsgroups) que compõem a Usenet podem ler, responder ou iniciar qualquer discussão a que tenham acesso mediante o serviço que o seu fornecedor de acesso lhe proporciona. Existem grupos de carácter global e grupos de carácter local e restritos a áreas geográficas ou mesmo instituições. As mensagens (ou posts) publicadas na Usenet estão disponíveis para todos os utilizadores com acesso ao grupo no qual a mensagem foi publicada.
Inicialmente existiam três hierarquias principais - a hierarquia net.* para grupos não moderados, a hierarquia mod.* para grupos moderados e a hierarquia fa.* para mensagens da ARPANET. A criação de inúmeros newsgroups sob estas hierarquias e os nomes dos próprios originaram uma rede quase impossível de administrar. Para além disto, a transmissão de news era dispendiosa o que originava uma recusa europeia em aceitar tráfico de newsgroups como net.religion e net.flame. Nesta altura, Rick Adams, administrador do site da "seismo" no Centro de Estudos Sísmicos da Virginia do Norte - site importante por constituir a única ligação na altura entre os Estados Unidos e a Europa - decidiu ser o momento de criar a hierarquia talk.* para grupos de discussão relativamente genéricos e até turbulentos nos seus conteúdos. Esta ideia não foi bem aceite e a ameaça de Rick Adams em acabar com a sua participação na Usenet originou o que viria a ser denominado "The Great Renaming". "The Great Renaming" começou em julho de 1986 e terminou em março de 1987 estabelecendo uma melhor organização hierárquica dos grupos - e que são a base hierárquica da Usenet dos nossos dias.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – USENET na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-14 20:51:05]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros