Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Veludo Azul

Realizado em 1986 por David Lynch, o thriller Veludo Azul, cujo nome original é Blue Velvet, explora determinados temas recorrentes no seu percurso cinematográfico, sendo, de certa forma, uma obra emblemática daquilo que caracteriza o trabalho deste carismático realizador norte-americano. Veludo Azul é um filme bizarro, um olhar altamente pessoal e original sobre o lado obscuro de uma pequena cidade americana - o tipo de cenário habitual na cinematografia de Lynch - aparentemente sossegada, cujos habitantes levam uma vida pacata e tranquila. Esta cidade representa, de início, a ideia do sonho americano dos anos 80, até que, na sequência da descoberta da pista de um crime, começa a desvendar-se, a pouco e pouco, um outro mundo, maligno e perigoso. É a subversão do aparente, da suposta perfeição, da normalidade. Embora o filme se desenvolva em torno de um crime que um jovem - interpretado por um dos atores fetiche de Lynch, Kyle MacLachlan - procura resolver, face ao aparente desinteresse da polícia local que parece esconder algo, Veludo Azul vai revelando um interesse mais profundo pelos mistérios do desejo e da perversão, que levarão, em última análise, à descoberta do próprio lado obscuro do inocente investigador. Usando uma atmosfera e um estilo inspirados no film noir das décadas de 40-50, o realizador procura, assim, desafiar o espectador e, de certa forma, subverter as suas noções de inocência, sexualidade e amor. A escolha das personagens deste filme parece ter sido feita para servir esse propósito, bem como o de confrontar as existências do Bem e do Mal, outro dos temas recorrentes da filmografia deste realizador. Por um lado, temos a presença dos dois jovens heróis, representado por MacLachlan e por Laura Dern, representantes do Bem, que serão confrontados com dois ícones do cinema, atores já maduros e, aqui, encarnações do Mal: Isabella Rossellini, propositadamente caracterizada de forma a perverter a sua imagem associada à beleza perfeita, e Dennis Hopper, com o seu ar sarcástico e corrupto. Veludo Azul é também visualmente interessante, densamente saturado por um esquema de cores vermelha, branca e azul, capturado pela fotografia magistral de Fredrick Elmes, e acompanhado pela música marcante de Angelo Badalamanti. Apesar de ser um filme audacioso, perturbador e demasiado denso para ser apreendido de imediato, alcançou, também com a ajuda destes mesmos fatores, o interesse da crítica e do público, tendo ganho o estatuto de um filme de culto. Veludo Azul garantiu, em 1987, a nomeação de David Lynch para os Óscares da Academia, na categoria de Melhor Realizador.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Veludo Azul na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-22 10:59:37]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais