Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Vendas Novas

Aspetos Geográficos
O concelho de Vendas Novas, do distrito de Évora, localiza-se no Alentejo (NUT II), no Alentejo Central (NUT III). Ocupa uma área de 225,1 km2 e abrange duas freguesias: Vendas Novas e Landeira.
O concelho apresentava, em 2005, um total de 11 862 habitantes.
Brasão do concelho de Vendas Novas
Escola Prática de Artilharia em Vendas Novas
O natural ou habitante de Vendas Novas denomina-se vendeano.
O concelho encontra-se limitado a norte, a este e a sul pelo concelho de Montemor-o-Novo, a sudoeste por Alcácer do Sal, a oeste por Palmela e a noroeste por Montijo, pertencendo os três últimos concelhos ao distrito de Setúbal.
Possui um clima de influência marcadamente mediterrânica, caracterizado por uma estação seca bem acentuada no verão. A precipitação ronda os 500 mm entre os meses de outubro e março e os 170 mm no semestre mais seco, sendo bastante irregular.
A sua morfologia é marcada por um relevo relativamente suave, destacando-se somente o Monte Branco, com 142 m, e a Cascalheira, com 174 m.
Como recursos hídricos, a ribeira de Califórnia, a ribeira de Almansor e o açude das Bicas.
História e Monumentos
Vendas Novas foi freguesia do concelho de Montemor-o-Novo até 1962, altura em que passou a concelho. A povoação mais antiga do atual concelho é a de Landeira, cuja existência data do século XII. Em 1993 Vendas Novas foi elevada à categoria de cidade. As terras deste concelho conservam edifícios mouriscos, herança da ocupação árabe, cuja toponímia seria Laven, dando origem a Landeira.
Em 1520 recebeu foral. O desenvolvimento deste local foi incrementado nos finais do século XVI, com a construção de uma estalagem, no percurso entre Évora e Lisboa. Esta construção deve-se ao primeiro-duque de Bragança, ficando, propositadamente, a meio do caminho da estrada Lisboa-Évora, dando origem à povoação de Vendas Novas.
No século XVIII, durante o reinado de D. João V, a Escola Prática de Artilharia contribuiu também para o desenvolvimento da povoação. Foi elevada a vila em 1913.
No que se refere ao património histórico e monumental, destaca-se o Paço Real e respetiva igreja, a Igreja de Santo António e o Palácio do Vidigal, que seria o palácio de caça de D. Carlos.
Tradições, Lendas e Curiosidades
São muitas as manifestações populares e culturais no concelho, sendo de destacar as festas da cidade, realizadas a 20 de maio; a feira, que decorre no terceiro domingo de maio; as festas do concelho, realizadas a 7 de setembro e a 30 de novembro e a denominada Festa, que tem lugar na freguesia de Landeira.
Durante a ocupação árabe a toponímia seria Laven, pelo que a povoação mais antiga do atual concelho é provavelmente a da Landeira.
Como instalações culturais, de salientar o Museu de Artilharia das Vendas Novas e a Biblioteca Municipal.
Economia
No concelho predominam, principalmente, as atividades ligadas ao setor terciário, seguindo-se as atividades do secundário na área da indústria têxtil e de montagem de automóveis e só depois o primário.
Na agricultura, destacam-se os cultivos de cereais para grão, prados temporários e culturas forrageiras, vinha, pousio, culturas industriais, prados e pastagens permanentes. A pecuária mantém ainda alguma importância, nomeadamente na criação de aves, suínos e bovinos.
Quase 77% (1170 ha) do seu território está coberto de floresta, sendo as principais espécies arbóreas a oliveira, a azinheira e o sobreiro.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Vendas Novas na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-06-29 11:21:07]. Disponível em

Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais