Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

< voltar
< 1 min

Versos da Mocidade

Coletânea de poesias, dividida em dois livros: "Orações do amor" (sequência de composições onde avulta o lirismo amoroso de recorte parnasiano) e "Mágoas e risos" (cuja dualidade é retomada no título do poema "Dor e prazer": "- como as ondas, erguendo-se e quebrando.../ no equilíbrio fantástico da vida"). As descrições plásticas ("Artística", "Tela rústica") e a temática erótica ("No quarto de Laïs", "Estância da carne", "Visão dum leito", "Morte de volúpia", "Noite de núpcias") constituem os traços principais da poesia de António Fogaça, onde abundam as notações cromáticas (a obsessão pelo branco) e térmicas(a recorrência do mármore) e as imagens marinhas, que se apresentam vazados em rimas e metros originais.
Frontispício da 2.ª edição de "Versos da Mocidade", António Fogaça
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Versos da Mocidade na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-25 13:37:59]. Disponível em

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais