Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

Vidigueira

Aspetos Geográficos
O concelho de Vidigueira, do distrito de Beja, localiza-se no Alentejo (NUT II), no Baixo Alentejo (NUT III). Ocupa uma área de 315,8 km2 e abrange quatro freguesias: Pedrógão, Selmes, Vidigueira e Vila de Frades.
O concelho encontra-se limitado a norte pelo concelho de Portel, no distrito de Évora, a este por Moura, a sul por Beja e Serpa e a oeste por Cuba.
Ponte romana em Vila Pereira, Vidigueira
Brasão do concelho da Vidigueira
Este concelho apresentava, em 2005, um total de 6031 habitantes.
O natural ou habitante de Vidigueira denomina-se vidigueirense.
Possui um clima mediterrânico, com um período seco de 80 a 100 dias, durante o verão, em que a temperatura média varia entre os 28 °C e os 30 °C. No inverno, as temperaturas são relativamente baixas.
A sua morfologia é marcada pela serra de Santo António, com 318 m, e de Mendro, com 412 m de altitude.
Dos recursos hídricos, referência para o rio Guadiana, a ribeira de Selminhos, a ribeira de Marmelar e a ribeira do Freixo.
História e Monumentos
O povoamento deste concelho pode ser considerado pré-histórico, a julgar pelas descobertas arqueológicas feitas no último século.
Terá existido uma villa romana de S. Cucufate, em Vila de Frades, e outra na freguesia de Selmes, denominada de villa romana do Monte da Cegonha.
Entre 1304 e 1315, Vidigueira terá pertencido ao rei D. Dinis e, em 1385, D. João I doou estas terras a D. Nuno Álvares Pereira.
A vila estaria na posse da Casa de Bragança quando D. Manuel lhe concedeu foral, em 1512.
A 29 de dezembro de 1519, D. Manuel concedeu a D. Vasco da Gama, almirante da Índia, o título de conde da Vidigueira.
No património arquitetónico, destacam-se o Convento de São Cucufate (ruínas), do século I, perto da Vidigueira, podendo-se ainda visitar a villa romana de São Cucufate. A villa foi alterada na primeira metade do século II e destruída no século IV, dando lugar ao edifício que vemos atualmente e que serviu de convento durante a Idade Média. Também é conhecido por Convento de São Cucufate ou Ruínas de Santiago.
Destaca-se ainda a Torre do Relógio, com realce para o sino que data de 1520, mandado fazer por Vasco da Gama, primeiro-conde da Vidigueira.
Do período megalítico, subsistem a anta da Vinha e a anta do Alto da Mangancha, que se encontram bastante deterioradas, conservando alguns esteios, e o menir de Mac Abraão, localizado na Vila de Frades e em bom estado de conservação. É um grande monólito em granito porfiroide com forma alongada, medindo 2,70 m de comprimento.
Tradições, Lendas e Curiosidades
As manifestações populares e culturais abundam no concelho, sendo de destacar a festa de Santa Catarina, realizada no segundo fim de semana de agosto; a festa de Nossa Senhora das Relíquias, que decorre no primeiro fim de semana de setembro; as feiras anuais, no segundo sábado de julho e no segundo sábado de janeiro, e o mercado, mensal, que tem lugar no segundo sábado de cada mês.
No artesanato, merecem referência os trabalhos em madeira, as cadeiras empalhadas, as rendas e os bordados, os bonecos de barro e os bonecos de trapos.
Como personalidades naturais do concelho pode-se referir Fialho de Almeida, escritor português do século XIX, autor de Os Gatos, sendo ainda hoje recordado no campo das Letras, e o ilustre navegador Vasco da Gama, almirante da Índia e conde da Vidigueira.
Como instalação cultural, de destacar o Teatro Gama Herculano.
Economia
No concelho, predominam as atividades ligadas ao setor primário, seguidas do secundário e terciário, muito embora o secundário não registe uma importância muito significativa.
A importância da agricultura é confirmada pela percentagem de território concelhio dedicada à prática desta atividade, cerca de 69%, destacando-se os cultivos de cereais para grão, prados temporários e culturas forrageiras, culturas industriais, pousio, olival, prados e pastagens permanentes.
A pecuária mantém alguma importância, nomeadamente na criação de ovinos, caprinos e bovinos.
Cerca de 2195 ha do seu território correspondem a área coberta de floresta.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Vidigueira na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-07-03 10:07:59]. Disponível em
Artigos
ver+

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros