Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Vila do Conde

Aspetos Geográficos
O concelho de Vila do Conde, do distrito do Porto, está integrado na Região Norte (NUT II), no Grande Porto (NUT III) e localiza-se no Norte de Portugal, junto à foz do rio Ave, na costa atlântica, a cerca de 25 km para norte da cidade do Porto. Na paisagem de Vila do Conde assume particular evidência o imponente Convento de Santa Clara, do qual se obtém uma vista panorâmica sobre a cidade.
Confina com os concelhos de Póvoa de Varzim, a norte, Vila Nova de Famalicão (distrito de Braga) e Trofa, a este, e Maia e Matosinhos, a sul.
Igreja em Vila do Conde
Brasão do concelho de Vila do Conde
Mosteiro de Santa Clara, em Vila do Conde
Aqueduto de Vila do Conde
Numa área de 149,1 km2 distribuem-se 30 freguesias: Arcos, Árvore, Aveleda, Azurara, Bagunte, Canidelo, Fajozes, Ferreiró, Fornelo, Gião, Guilhabreu, Junqueira, Labruge, Macieira da Maia, Malta, Mindelo, Modivas, Mosteiró, Outeiro Maior, Parada, Retorta, Rio Mau, Touges, Touguinha, Touguinhó, Vairão, Vila Chã, Vila do Conde, Vilar e Vilar de Pinheiro.
Em 2005, o concelho apresentava 75 473 habitantes.
O natural ou habitante de Vila do Conde denomina-se vila-condense.
História e Monumentos
O seu povoamento é pré-romano, como o comprova a existência de castros. Em 1516, foi-lhe concedido foral por D. Manuel I. Em 1871 é elevada a sede de concelho.
Do património edificado do concelho, destacam-se o Convento de Santa Clara, a Igreja do Convento de S. Francisco, o mosteiro de S. Simão da Junqueira, do século XI, o aqueduto de Vila do Conde, a Igreja Matriz, a Casa da Câmara, do século XVI, a Capela da Senhora da Guia, a Igreja de S. Cristóvão de Rio Mau, a Igreja de Azurara, o castelo de S. João Batista, próximo da foz do Ave, datado do século XVII, o castro de Bagunte e o pelourinho de Vila do Conde.
Tradições, Lendas e Curiosidades
Realizam-se duas feiras anuais no concelho, uma na segunda-feira da segunda semana de agosto, na freguesia de Malta, e a Feira Grande, em janeiro. Na freguesia de Mosteiró, a feira é às quartas-feiras e em Vila do Conde, às sextas-feiras. Refira-se também a feira Grande agosto ou dos Namorados, a 3 de agosto, e a Feira Nacional de Artesanato, de 25 de julho a 9 de agosto.
São várias as romarias que têm lugar no concelho: S. Bento, no primeiro domingo depois do dia 11 de julho, na freguesia de Vairão; Santa Luzia, no segundo domingo de julho; Senhor do Padrão, no quarto domingo de julho; Senhora da Guia ou Festa dos Pescadores, no dia 2 de fevereiro; S. João, 24 de junho, e Senhora das Neves, no primeiro domingo de agosto, na freguesia de Azurara.
O feriado municipal é no dia 24 de junho, dia de S. João.
Vila do Conde é terra de poetas e artistas, evidenciando-se nomes como José Régio, Júlio Saul Dias, entre muitos outros que passaram e deixaram marcas no concelho, como Eça de Queirós, Camilo Castelo Branco e Antero de Quental.
Foi em Vila do Conde que se construíram e lançaram ao mar caravelas a caminho dos descobrimentos.
A produção de artigos de artesanato encontra-se fortemente associada às rendas de bilros que se foram aperfeiçoando e diversificando ao longo de gerações de rendeiras. Produzem-se também artigos de malha de lã, típicos de Azurara, e mantas de lã e de trapos.
Economia
Vila do Conde tem tido uma expansão industrial assinalável. Instalaram-se no concelho indústrias de cordoaria, de fiação, de tecelagem, de construção naval, de adubos e de produtos alimentares, entre outras. Não se pode deixar de referir a importância da pesca como forma de sustento de muitas famílias vila-condenses. À medida que a área urbana do concelho se expande assiste-se ao crescimento do comércio e dos serviços.
Face às potencialidades ambientais do concelho, nomeadamente à sua linha de costa, o turismo tem sido e continuará a ser certamente uma aposta de Vila do Conde.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Vila do Conde na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-05-20 09:36:34]. Disponível em
Artigos
ver+

Livros & Autores

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Violeta

Isabel Allende

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais