Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Vila Nova da Barquinha

Aspetos Geográficos
O concelho de Vila Nova da Barquinha, do distrito de Santarém, localiza-se na Região Centro (NUT II), no Médio Tejo (NUT III). Situado nas proximidades da margem direita do riio Tejo e do rio Zêzere é limitado a oeste pelas serras de Aire e Candeeiros, faz fronteira a norte com o concelho de Tomar, a sul com Chamusca, a oeste com Entroncamento e Torres Novas e a este com Constância e Abrantes. No total, abrange uma área de cerca de 49,8 km2 e é constituído por cinco freguesias: Atalaia, Praia do Ribatejo, Trancos, Vila Nova da Barquinha e Moita do Norte.
Em 2005, o concelho apresentava 7787 habitantes.
Igreja Matriz da Atalaia, Vila Nova da Barquinha
Castelo de Almourol
Centro de Vila Nova da Barquinha
Brasão do concelho de Vila Nova da Barquinha
Monumento de homenagem aos combatentes do Ultramar, Vila Nova da Barquinha
O natural ou habitante de Vila Nova da Barquinha denomina-se barquinhense.
História e Monumentos
Vila Nova da Barquinha apresenta vestígios da Pré-História.
Após a Reconquista Cristã aos árabes, a região conheceu um forte desenvolvimento: surgiram portos fluviais importantes, nomeadamente o de Tancos no século XVI.
Em 1517, Tancos foi elevado a Vila, enquanto Barquinha só o conseguiu no século XVIII.
Do património arquitetónico da região, é de realçar o Castelo de Almourol, que teve origem numa fortaleza e constituiu lugar de defesa na história dos Templários.
Existem também algumas igrejas e capelas, nomeadamente a Igreja Matriz de Atalaia, a Capela do Senhor Jesus, a Capela de N. Sra. dos Remédios, a Capela de Roque Amador; as capelas das Madeiras e das Limeiras, o cais e a antiga Igreja da Misericórdia (1585) em Tancos, a Igreja do Convento de N. Sra. do Loreto, obra de D. Álvaro Coutinho, primeiro-conde do Redondo.
A mais antiga praça de touros do país, que data do século XIX, constitui, de igual forma, um importante monumento do concelho.
Tradições, Lendas e Curiosidades
A 13 de junho decorre a Grande Feira de Vila Nova da Barquinha.
O concelho é palco de espetáculos populares, nomeadamente a "Festa de Toiros" que tem lugar na centenária praça de touros; o folclore ribatejano oferece espetáculos de dança aos sábados e domingos desde maio a outubro, na Quinta do Lagarito.
O feriado municipal ocorre a 13 de junho.
O artesanato é essencialmente constituído pela cestaria (Pedregoso), olaria (Atalaia) e vitrais (Praia do Ribatejo).
Economia
O setor de atividade mais importante é o terciário, ligado ao turismo e aos aquartelamentos militares de Tancos.
O setor industrial tem uma longa tradição na área e favorece o desenvolvimento do setor terciário. Das várias indústrias destacam-se as indústrias transformadoras de azeite, serralharia, pirotecnia e as indústrias de olaria, cerâmica e tanoaria.
A agricultura tem pouca importância económica no concelho, devido à existência de uma reduzida superfície agrícola. A maior parte das explorações encontram-se cultivadas com produtos hortifrutícolas e o olival é predominante em toda a região. A nível da pecuária, a criação de gado suíno é predominante, seguida da de ovino.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – Vila Nova da Barquinha na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-06-30 16:58:09]. Disponível em

Livros & Autores

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Morte no estádio

Francisco José Viegas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais