Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

William Hurt

Ator norte-americano nascido a 20 de março de 1950, em Washington, morreu a 13 de março de 2022. Foi um dos grandes atores de Hollywood durante a década de 80.

 

Filho de um funcionário governamental, William viajou bastante enquanto criança, o que lhe permitiu aumentar a sua bagagem cultural. Inicialmente pretendeu seguir a carreira eclesiástica, mas desistiu no último ano do curso de Teologia para se inscrever num curso de arte dramática.

 

Rapidamente chegou à Broadway, estreando-se em Hamlet (1973). Depois de alguns prémios teatrais, teve diversas participações televisivas até que, em 1980, chegou ao cinema pela mão de Ken Russell em Altered States (Viagens Alucinantes).

 

Cedo confirmaria o seu percurso ascensional, protagonizando títulos de sucesso como Eyewitness (Os Olhos da Testemunha, 1981), Body Heat (Noites Escaldantes, 1981), The Big Chill (Os Amigos de Alex, 1983) e Gorky Park (O Mistério de Gorky Park, 1983). O ano de 1985 assistiu à sua consagração: venceu o prémio para Melhor Interpretação Masculina no Festival de Cannes e o Óscar de Melhor Ator pelo seu desempenho em Kiss of the Spider Woman (O Beijo da Mulher Aranha, 1985), onde personificou um homossexual encerrado numa cadeia da América Latina por atentado à moral.

 

Na mó de cima, Hurt obteria duas nomeações para o Óscar de Melhor Ator em dois anos sucessivos: em 1986, pelo seu professor apaixonado por uma rapariga surda-muda em Children of a Lesser God (Filhos de um Deus Menor) e, em 1987, pelo seu jornalista televisivo de Broadcast News (Edição Especial).

 

Após o sucesso de The Accidental Tourist (O Turista Acidental, 1988), a sua vida profissional e pessoal conheceram uma série de reveses que prejudicaram a sua imagem e a sua carreira. Para além da sua dependência do álcool e de um divórcio litigioso com acusações mútuas de infidelidade, acumulou uma série de desaires comerciais que o levaram a preferir dedicar-se ao cinema de natureza independente até 2001, ano em que Steven Spielberg o convidou pessoalmente para interpretar o papel de Professor Allen Hobby em A.I. (Inteligência Artificial, 2001).

Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – William Hurt na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-09-26 01:38:01]. Disponível em

Livros e Autores

A Intuição da Ilha

Pilar del Río

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros