Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros

William Masters

Sexólogo norte-americano, nascido em 1915 e falecido em 2001, que se especializou em obstetrícia e ginecologia. Estudou os processos hormonais que subjazem ao processo reprodutivo humano numa clínica que fundou em 1952 - Reproductive Biology Research Foundation. A partir de 1954 desenvolve um trabalho de investigação sobre a sexualidade humana nas dimensões fisiológica e psicológica. Este trabalho conta com a colaboração de Virginia Eshelman Johnson com quem acaba por casar. Analisam o comportamento sexual de cerca de setecentos homens e mulheres de todas as idades, iniciando, a partir de 1959, a terapia de disfunções sexuais, concretamente a impotência e a frigidez. Os resultados dos seus trabalhos são publicados, em 1966, sob o título Human Sexual Response. Uma segunda série de estudos conduzem à publicação, em 1970, do livro Human Sexual Inadequacy que aborda as disfunções sexuais e respetivo tratamento. Em 1987 publicam a obra Love and sexuality. Depois dos trabalhos de Masters e Johnson, a sexualidade passou a ser encarada de um outro modo.
Partilhar
Como referenciar
Porto Editora – William Masters na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-08-11 01:03:54]. Disponível em

Livros & Autores

Baiôa sem data para morrer

Rui Couceiro

O Dicionário das Palavras Perdidas

O Crespos

Adolfo Luxúria Canibal

Bom português

puder ou poder?

ver mais

tras ou traz?

ver mais

a folha foi impressa ou imprimida?

ver mais

desfrutar ou disfrutar?

ver mais

caibo ou cabo?

ver mais

extrema ou estrema?

ver mais

brócolos ou bróculos?

ver mais

Jogo dos erros