MOMENTOS WOOK - 20% de desconto em todos os livros

Morro da Pena Ventosa

Rui Couceiro

Pedra e Sombra

Burhan Sönmez

Geração D

Carlos de Matos Gomes

1 min

balança (mitologia)
favoritos

Símbolo da justiça, da prudência e do equilíbrio, a balança tem a função de medir e de pesar os atos dos homens, tanto na vida terrena como na espiritual. Por isso, é representada como símbolo dos tribunais e, também, nas representações tumulares de muitas civilizações, como o objeto que pesa as almas dos mortos, numa alusão à justiça divina.
Na tradição egípcia as balanças do mundo subterrâneo pesavam as almas na sua passagem para o outro mundo. São muitas as representações encontradas nos túmulos egípcios e no Livro dos Mortos, em que Anúbis ou Osíris são apresentados com balanças: de um lado, num dos pratos, está colocado um coração ou um vaso, e do outro, no outro prato, repousa uma leve pena de avestruz, que simboliza a verdade e a justiça. Na Bíblia, Daniel refere-se à balança que pesou Belshazar e nos túmulos dos primeiros cristãos aparecem representações de balanças. Na tradição da Pérsia, as almas também são pesadas pelo anjo Rashnu numa balança. Ela é também o símbolo da justiça, chamada também de Astreia. Na Grécia, era suposto que Hermes pesasse as almas numa balança perante o trono de Zeus. Na Ilíada, a balança aparece como um símbolo do destino, ao avaliar as almas de Aquiles e Heitor e ao precipitar a morte deste último. Na tradição cristã, é o arcanjo do Julgamento, S. Miguel, que tem a função de pesar as almas diante do trono de Deus, e esta mesma noção está presente no Alcorão. A importância das balanças como objeto sagrado era tão grande que fez com que ela se tornasse num signo do Zodíaco, com o nome de Balança ou Libra, associada ao planeta Saturno e ao outono. Nos céus da astrologia, a balança é representada pela Ursa Maior e pela Ursa Menor. No Tibete, as boas ações dos homens são representadas por pedras brancas, enquanto que as más ações são representadas pelas pedras pretas, com ambas colocadas em cada um dos pratos da balança para avaliar as almas dos homens. A balança é o equilíbrio do tempo, do visível e do invisível, o elogio à unidade e à integridade, já que o ideal no equilíbrio dos pratos é o fiel estar fixo a meio de forma que ambos os pesos sejam iguais.
Esquema da constelação Balança
Representação de Balança, um signo do elemento ar
Balança: um objeto associado à avaliação e ao equilíbrio
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – balança (mitologia) na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-07-20 02:30:26]. Disponível em

Morro da Pena Ventosa

Rui Couceiro

Pedra e Sombra

Burhan Sönmez

Geração D

Carlos de Matos Gomes