Morro da Pena Ventosa

Rui Couceiro

Pedra e Sombra

Burhan Sönmez

Geração D

Carlos de Matos Gomes

1 min

contraceção
favoritos

Através dos tempos, os povos procuraram encontrar métodos para evitar a gravidez. Os métodos contracetivos variaram entre a introdução de excrementos de elefante e crocodilo na vagina, de maneira a bloquear a entrada de esperma no útero, até à "fumigação" da vagina sobre um fogareiro de carvão para matar o esperma. Apesar de primitivos, estes métodos empregavam a mesma estratégia que as dos mais modernos contracetivos. Estes consistem em bloquear a entrada ou matar o esperma na vagina.
Os métodos modernos para evitar a contraceção evitam a ovulação ou a alta taxa de espermatogénese, intercetam os gâmetas nos ovidutos ou nos vasos deferentes, ou interferem com a implantação do embrião no útero.
Algumas indústrias farmacêuticas estão a trabalhar na tentativa de encontrar uma vacina, para o homem ou para a mulher, que possa estimular a produção de anticorpos que bloqueiem as proteínas presentes na superfície dos óvulos e dos espermatozoides.
A pílula é o método contracetivo mais utilizado em todo o Mundo
Preservativos masculinos
Dispositivo intrauterino
Preservativo feminino
Atualmente existem muitos métodos que, com as exceções da laqueação das trompas e da vasoctomia masculina, não são absolutamente seguros.
No método do ritmo, as relações sexuais só se podem realizar nos dias imediatamente antes e depois da menstruação, quando a fecundação é menos provável. O coito interrompido, retirada do pénis antes da ejaculação, reduz a quantidade de esperma introduzido na vagina.
O preservativo é uma proteção de borracha ou material sintético que se adapta ao pénis e para onde se realiza a ejaculação. O diafragma é um dispositivo complementar que se introduz na vagina antes da relação sexual. Ambos são bastante eficazes quando utilizados conjuntamente com cremes espermicidas. Os dispositivos intrauterinos (DIU) são introduzidos no útero, interferindo com a implantação do óvulo. Podem produzir dores ou provocar hemorragias mais abundantes na altura da menstruação. A esponja com espermicida é introduzida na vagina e bloqueia a entrada de espermatozoides no útero. Os contracetivos orais (designados, geralmente, por "pílula") têm na sua constituição hormonas sexuais do tipo progesterona e estrogénio, que, tomadas com regularidade, inibem a libertação de óvulos do ovário.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – contraceção na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-07-25 04:15:47]. Disponível em

Morro da Pena Ventosa

Rui Couceiro

Pedra e Sombra

Burhan Sönmez

Geração D

Carlos de Matos Gomes