MOMENTOS WOOK - 20% de desconto em todos os livros

Morro da Pena Ventosa

Rui Couceiro

Pedra e Sombra

Burhan Sönmez

Geração D

Carlos de Matos Gomes

1 min

gestação
favoritos

A gestação, ou seja, o tempo que medeia entre a fecundação e o parto, varia entre as várias espécies animais - desde cerca de um mês, no caso do rato, até 22 meses, no caso do elefante.
Em relação ao ser humano, a gestação normal e completa oscila entre as 38 e as 40 semanas, período que é comummente conhecido, de forma menos precisa, por nove meses.
A fecundação, ou seja, a união dos dois gâmetas (ou células sexuais), feminino e masculino, produzem a célula - ovo - a partir da qual se desenvolve o embrião. No caso do ser humano, a fecundação é interna, por ser um fenómeno que acontece no interior do corpo da mulher, normalmente na sequência da cópula ou excecionalmente como resultado de uma fertilização in vitro.
Durante a gravidez a mulher deve ter bastante cuidado com a sua alimentação
Representação de uma cesariana, ilustração de "Armamentarium Chirugicum", de Johannes Scultetus, 1666
Esquema da estrutura de um espermatozoide, célula sexual masculina
Representação esquemática do sistema reprodutor feminino
Bebé recém-nascido
Sistema reprodutor masculino
Sistema reprodutor feminino
Feto humano protegido pelo âmnio
Após a conceção, o desenvolvimento do ovo inicia-se começando por segmentar-se em duas células que, por sua vez, se continuarão a dividir.
É costume organizar-se os presumíveis 266 dias de desenvolvimento entre a fecundação e o nascimento em três períodos, sendo que as mudanças mais significativas ocorrem nos três primeiros meses. Este trimestre da gravidez é fundamental, pois é nesta altura que se inicia a formação do corpo do embrião, que se dá a segregação de enzimas que permitem a nidação e que se formam as membranas embrionárias, indispensáveis para o bom desenvolvimento do futuro bebé. É também nesta fase que o coração do embrião começa a bater. No final do terceiro mês a cabeça do feto está mais desenvolvida que o corpo, não sendo ainda possível determinar o sexo. Só no quarto mês é que se desenvolvem os órgãos genitais, assim como o fígado, os ossos e as unhas. A pele do corpo é transparente e só adquire maior consistência a partir do quinto mês. No sexto mês o feto já tem a aparência de uma criança proporcionalmente bem formada e no período que vai do sétimo ao nono mês as formas do bebé vão-se aperfeiçoando.
A maioria dos fetos, nos últimos dias de gravidez, mudam de posição no útero, alinhando a cabeça com o canal do nascimento. Muitos podem nascer antes de terminarem os nove meses, mas normalmente a criança só é considerada prematura se tiver menos de 2,5 kg.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – gestação na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-07-21 06:01:44]. Disponível em

Morro da Pena Ventosa

Rui Couceiro

Pedra e Sombra

Burhan Sönmez

Geração D

Carlos de Matos Gomes