Morro da Pena Ventosa

Rui Couceiro

Pedra e Sombra

Burhan Sönmez

Geração D

Carlos de Matos Gomes

2 min

James Matthew Barrie
favoritos

Jornalista, dramaturgo e autor de livros infantis escocês, Sir James Matthew Barrie, nasceu em 1860, em Kirriemuir, uma aldeia das Terras Baixas de Forfashire. Filho de um tecelão e da filha de um pedreiro, Barrie seria o nono de dez irmãos.
Quando o seu irmão David, filho predileto da sua mãe, morreu prematuramente, vitíma de um acidente de patinagem, Barrie tentou captar a a sua atenção, vestindo as roupas do falecido. O relacionamento obcessivo que teria germinado entre mãe e filho marcaria toda a vida de Barrie, que chegaria a publicar uma biografia sua em 1896.
Barrie estudou na Dumfries Academy da Universidade de Edimburgo, tendo-se licenciado em 1882. Começou depois a trabalhar como jornalista para o Nottingham Journal e, em 1885, um ano depois do seu casamento com Mary Mansell, chegou a Londres para dar início a uma carreira de escritor freelancer. Em 1888 obteve o seu primeiro sucesso, com a publicação de Auld Licht Idylls, uma série de esboços da vida escocesa. O seu romance melodramático, The Little Minister (1891), conseguiria uma popularidade notável, tanto em Inglaterra como nos Estados Unidos da América, tendo sido posteriormente produzidas três versões cinematográficas do mesmo. Com a sua encenação, Barrie passou a escrever essencialmente para o teatro.
Em 1902 seriam postas em palco duas das melhores peças de Barrie, Quality Street e The Admirable Crichton. Foi também nesse ano que o herói que o imortalizou, Peter Pan, foi mencionado no seu romance para adultos, The Little White Bird. Peter Pan: Or The Boy Who Would Not Grow Up. Foi encenado pela primeira vez em 1904, mas decorreram alguns anos até que fosse impressa a sua versão definitiva, e só em 1911 apareceu no formato de narrativa, com o título Peter and Wendy.
Peter Pan foi evoluindo gradualmente a partir das histórias que Barrie contava aos cinco filhos de Sylvia Llewelyn, sua grande amiga, e ela própria filha do romancista George du Maurier. Quando Sylvia e o seu marido faleceram, Barrie foi o guardião oficioso dos seus filhos.
Suspeita-se que Barrie sofria de impotência sexual. Talvez por essa razão, Mary Barrie encetou, em 1909, uma relação com o escritor Gilbert Cannan, pondo fim ao casamento com o autor de Peter Pan. Barrie havia escrito, um ano antes, e em What Every Woman Knows, "É como um florescimento numa mulher. Se o tiveres, não precisas de ter mais nada. Se não o tiveres, não interessa muito o que mais possas ter. Algumas mulheres, poucas, têm encantos para todos. A maioria tem encanto para um só. Mas algumas há que não têm encanto para nenhum."
Em 1913, Barrie foi armado baronete e, e 1922, receberia a Order of Merit. Seria eleito Lorde Reitor da St. Andrews University e, em 1930, chanceler da Universidade de Edimburgo. Viria a falecer a 3 de junho de 1937.
Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – James Matthew Barrie na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-07-25 08:41:30]. Disponível em

Morro da Pena Ventosa

Rui Couceiro

Pedra e Sombra

Burhan Sönmez

Geração D

Carlos de Matos Gomes