Morro da Pena Ventosa

Rui Couceiro

Pedra e Sombra

Burhan Sönmez

Geração D

Carlos de Matos Gomes

1 min

Otto Rank
favoritos

Psicanalista e psicólogo austríaco, Otto Rank (inicialmente, Otto Rosenfeld) nasceu a 22 de abril de 1884, em Viena, e faleceu a 31 de outubro de 1939, em Nova Iorque.
Na sua juventude, entrou para o círculo de discussão de Freud e, em 1906, tornou-se secretário da Sociedade Psicanalítica de Viena. Em 1912, obteve o doutoramento em Filosofia pela Universidade de Viena. Entre 1912 e 1924, foi editor do Internationale Zeitschrift für Psychoanalyse (trad. livre: Jornal Internacional para a Psicanálise) e, em 1919, fundou uma editora, da qual também foi presidente, que se dedicava apenas à publicação de trabalhos em psicanálise. Em 1926, foi para Paris, onde lecionou na Universidade da Sorbonne e foi analista de artistas, tais como Henry Miller e Anaïs Nin, tendo tido com esta escritora uma relação amorosa. Entre 1926 e 1936, deu aulas e fez consultas ora nos Estados Unidos da América, ora na Europa, sobretudo em Paris, tendo-se instalado definitivamente em Nova Iorque, em 1936.

No seu trabalho de investigação, Rank desenvolveu o conceito de vontade como força guia no desenvolvimento da personalidade e que deu origem à "terapia da vontade". No seu entender, a vontade podia ser um elemento positivo para controlar e usar a atividade instintiva da pessoa, libertando-se da sensação de culpa que a domina. Rank explorou também o conceito de inconsciente social.

Divergindo de Freud, que valorizava o complexo de Édipo, Rank deu importância ao trauma, fator principal na psiconeurose, pois considerava que a ansiedade neurótica era uma repetição do fenómeno fisiológico do nascimento. Nesse sentido, Rank procurou diminuir o tempo da terapia psicanalítica para apenas alguns meses. O psicólogo preocupou-se ainda em clarificar o significado profundo dos mitos, utilizando, para isso, as técnicas freudianas.

Otto Rank escreveu vários livros dos quais se destacam Der Mythus von der Geburt des Helden (1909; trad. livre: Mito do nascimento do herói), Das Trauma der Geburt (1924, trad. livre: O trauma do nascimento), Kunst und Künstler (1932, trad. livre: Arte e Artista), entre outros.

Partilhar
  • partilhar whatsapp
Como referenciar
Porto Editora – Otto Rank na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2024-07-25 04:53:13]. Disponível em

Morro da Pena Ventosa

Rui Couceiro

Pedra e Sombra

Burhan Sönmez

Geração D

Carlos de Matos Gomes