Maria

É antropónimo cristão desde a Alta Idade Média, e um dos mais comuns até aos nossos dias, sobretudo em Portugal e na Espanha. ◆ O nome Maria é acompanhado muitas vezes de invocações de Nossa Senhora, que frequentemente o suplantam: por exemplo, Conceição ou Prazeres em vez de Maria da Conceição ou Maria dos Prazeres. Isto deve-se à santidade atribuída ao nome de Maria desde o início. O livro do Padre Jacinto dos Reis, Invocações de Nossa Senhora em Portugal, enumera várias centenas de invocações, das quais as seguintes são as mais usadas como antropónimos: Anjos, Anunciação, Anunciada, Belém, Bom Sucesso, Caridade, Carmo, Céu, Circuncisão, Conceição, Desterro, Dores, Encarnação, Esperança, Fátima, Graça, Guadalupe, La Sallette, Lourdes, Luz, Mercês, Natividade, Nazaré, Neves, Patrocínio, Piedade, Pranto, Prazeres, Purificação, Remédios, Rosário, Saudade e Saúde. ◆ Santa Maria Goretti (1890-1902), mártir.
Como referenciar: Porto Editora – Maria no Dicionário infopédia de Nomes Próprios (Antroponímia) [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-09-25 02:04:13]. Disponível em