Otelo

Em galego existe o antropónimo Otero, também usado como apelido; note-se ainda, na mesma língua, a existência de otello, 'outeiro'. Note-se que Otero é ocasionalmente usado no Brasil. O feminino de Otelo, muito raro, é Otela, que também se escreve Otélia. O antropónimo Otelo foi vulgarizado por ser o nome do mouro de Veneza, protagonista da famosa tragédia Othello, que Shakespeare escreveu em 1604. ◆ Otelo Saraiva de Carvalho, revolucionário português.
Porto Editora – Otelo no Dicionário infopédia de Nomes Próprios (Antroponímia) [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-11-30 23:43:40]. Disponível em