amor

a.mor
ɐˈmor
nome masculino
1.
sentimento que predispõe a desejar o bem de alguém
2.
sentimento de afeto ou extrema dedicação; apego
3.
sentimento que nos impele para o objeto dos nossos desejos; atração; paixão
4.
afeto; inclinação
5.
relação amorosa; aventura
6.
objeto da afeição
7.
adoração; veneração; devoção
8.
coloquial pessoa muito simpática
9.
BOTÂNICA plural ver bardana
amor à primeira vista
paixão súbita
amor carnal
amor físico
(provérbio) amor com amor se paga
deve retribuir-se um benefício com outro benefício
amor livre
ligação amorosa que rejeita o vínculo do casamento
amor platónico
amor puramente espiritual, sem desejo sexual
fazer amor
ter relações sexuais
morrer de amor(es) por
estar apaixonado por, gostar muito de
não morrer de amores por
não simpatizar com, não gostar de
pelo/por amor de Deus!
exclamação que indica que alguém está perto do limite da sua capacidade de suportar contrariedades, incómodos e dificuldades, não não sendo capaz de aturar muito mais; haja paciência!
por amor à arte
por prazer, desinteressadamente
por amor de
por causa de, em atenção a
por amor de Deus
por favor, por caridade
ter amor à pele
não correr riscos desnecessários, ser prudente
Do latim amōre-, «idem»
ANAGRAMAS
Como referenciar: amor in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-12 16:27:29]. Disponível na Internet:

PROVÉRBIOS

  • A quem corre uma noite fria para me encontrar, muito amor tenho que lhe dar.
  • Amor a ninguém dá honra, e a muitos dá dor.
  • Amor, amor, princípio mau, fim pior.
  • Amor ausente, amor para sempre.
  • Amor com amor se paga e com desdém se apaga.
  • Amor de amigo vale oiro.
  • Amor de libertina e vinho de frasco pela manhã bom, à tarde gasto.
  • Amor de pai que todo o outro se vai.
  • Amor de praia fica enterrado na areia.
  • Amor de rameira, carícias de cão, amizade de frade e amor de hospedeiro hão de custar dinheiro.
  • Amor de velho, ciúmes de novo.
  • Amor de velho é amor de cão.
  • Amor do coração que só de boca não.
  • Amor é chama que arde sem se ver.
  • Amor e senhoria não querem companhia.
  • Amor louco, eu por ti e tu por outro.
  • Amor forasteiro, amor passageiro.
  • Amor primeiro não tem companheiro.
  • Amor que nasce súbito mais tempo leva a curar.
  • Amor sem dinheiro não é bom companheiro.
  • Amor sem vintém não governa ninguém.
  • Amor verdadeiro não envelhece.
  • Amores arrufados, amores dobrados.
  • Amores velhos nunca se esquecem.
  • Amores zangados, amores dobrados.
  • Antes pouco com amor que muito com rigor.
  • Arrufos de namorados, amores dobrados.
  • De amor se vive, de amor se morre.
  • Feliz ao jogo, infeliz aos amores.
  • Filho sem dor, mãe sem amor.
  • Frutos e amores, os primeiros são os melhores.
  • Guerra, caça e amores, por um prazer, mil dores.
  • Infeliz ao jogo, feliz no amor.
  • Juramentos de amor; juramentos de um dia.
  • Lua a de janeiro e amor o primeiro.
  • Mais se tira com amor do que com dor.
  • Mais vale pedaço de pão com amor que galinha com dor.
  • Mãos frias, coração quente, amor ardente.
  • Moça que entristece, de amor adoece.
  • Na amizade o segredo confia-se, no amor escapa.
  • Não há amor como o primeiro, nem pão como o alvo, nem carne como a de carneiro.
  • Não há amor sem ciúme.
  • Não há amor sem dor.
  • Não há esperança sem temor, nem amor sem receio.
  • Não há mal que sempre dure, nem amor que não perdure.
  • Não há prisões lindas, nem amores feios.
  • Nem de malva bom vencelho, nem de esterco bom odor, nem de moço bom conselho, nem de prostituta bom amor.
  • Ninguém deixa sem dor o que possui com amor.
  • No amor e na caça, começa-se quando se quer e acaba-se quando se pode.
  • No amor e no calor, não metas o cobertor.
  • O amor é cego e a amizade fecha os olhos.
  • O amor é como a lua, quando não cresce mingua.
  • O amor é eterno enquanto dura.
  • O parir é dor, o criar é amor.
  • O que se não pode haver, dá-se ao diabo por amor de Deus.
  • O tempo rói o ferro, quanto mais o amor.
  • Onde manda o amor, não há outro senhor.
  • Onde o meu amor me deixou, aí o larguei.
  • Onde pica, amor fica.
  • Parir é dor e criar é amor.
  • Pelo amor se ganha o céu.
  • Pelos amores novos se esquecem os velhos.
  • Por amor dos santos se adoram os altares.
  • Por amor que não convém, nasce muito mal e pouco bem.
  • Por mais que o amor se encubra, mal se dissimula.
  • Quem casa por amores, maus dias, noites piores.
  • Quem casa por amores, sempre vive com dores.
  • Quem dorme com os olhos abertos, não tem amores certos.
  • Quem ganha ao jogo, perde ao amor.
  • Quem pela hera passou e não cortou, do seu amor não se lembrou.
  • Quem pelo alecrim passou e dele não colheu, ou nunca teve amores ou deles se esqueceu.
  • Sonhar com burro a comer, são amores a pretender.
  • Sopas e amores, os primeiros são os melhores.
  • Um dia segue outro, como um amor faz esquecer outro.
  • Zangas de namorados, amores dobrados.
VER +

CITAÇÕES

  • "A vida é um sono de que o amor é o sonho, e vós tereis vivido se tiverdes amado."Alfred de Musset
  • "O amor não tem idade: está sempre a nascer."Blaise Pascal
  • "(...) Em como é diferente o amor em Portugal! (...) Em sendo triste canta, em sendo alegre chora!"Júlio Dantas
  • "A amizade é o amor sem asas."Lord Byron
  • "O amor é o espaço e o tempo tornados sensíveis ao coração."Marcel Proust
  • "O amor é a grande oportunidade de amadurecermos, de tomarmos forma, de nos tornarmos nós mesmos um mundo, por amor do ser amado."Rainer Maria Rilke
  • "Vejo é que, hoje, é possível a alguém criar entusiasmo por uma carreira capaz de entrar em competição com um grande amor."Salomão
  • "O amor é a sabedoria dos loucos e a loucura dos sábios."Samuel Johnson
  • "O amor é apenas uma entre muitas paixões."Samuel Johnson
  • "A medida do amor é não ter medida."Santo Agostinho
  • "O amor vence tudo ("Omnia vincit amor")."Virgílio
  • "Algum desgosto prova muito amor, mas muito desgosto revela demasiada falta de espírito."William Shakespeare