deitavas
forma do verbo deitar
2.ª pessoa do singular do pretérito imperfeito do indicativo
tu deitavas

deitar

dei.tar
dɐjˈtar
verbo transitivo
1.
estender horizontalmente
2.
meter na cama
3.
fazer cair; atirar
4.
exalar
5.
vomitar
6.
verter
7.
começar a usar
8.
atribuir (culpa ou responsabilidade)
9.
colocar
10.
dar
11.
lançar; arremessar
12.
expelir
13.
cobrir
14.
misturar; adicionar
15.
aplicar
16.
largar
17.
estar virado para
18.
começar por
verbo auxiliar
pôr-se; começar
verbo pronominal
1.
estender-se na cama ou no chão
2.
ir dormir
3.
lançar-se com violência
4.
abalançar-se; lançar-se
deitar a carga ao mar
vomitar
deitar a casa abaixo
fazer muito barulho
deitar água na fervura
apaziguar, fazer abrandar a ira a alguém
deitar a luva/mão a
agarrar, prender
deitar contas
orçamentar, calcular
deitar foguetes
regozijar-se pelo bom êxito de uma empresa
deitar lume pelos olhos
estar extremamente irado
deitar o rabo do olho
olhar de relance
deitar para
dar para, comunicar com
deitar pérolas a porcos
oferecer uma coisa boa a quem não sabe apreciá-la
deitar por fora
transbordar
deitar sortes
ver a quem toca
deitar veneno em
julgar com malícia os atos ou palavras de alguém
Como usar o verbo
deitar(-se)
pôr a dormir
Depois de jantar, foi deitar o filho.
emanar, libertar
Isso deita cheiro a podre.
lançar, atirar
Não deites pedras porque é perigoso!
deitar(-se) a
estender(-se)
O gato deitou-se à porta, ao sol.
deitar-se com
meter-se na cama
Ele deita-se com a mulher.
deitar-se em
estender-se
Deita-te aí no sofá!
deitar para
ter vista para
A porta deita para o jardim.
Do latim dejectāre, «derrubar»
ANAGRAMAS
Como referenciar: Porto Editora – deitar no Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-08-01 18:11:03]. Disponível em

PROVÉRBIOS

  • A boa cepa, maio a deita.
  • A pedra e a palavra não se recolhe depois de deitada.
  • A quem arde o rabo, água se deita.
  • Cunha nova, deita a velha fora.
  • De noite deita o teu gado na terra do teu prado.
  • Deitar cedo e cedo erguer, dá saúde e faz crescer.
  • Donas em sobrado, agulhas em saco e cágados em charco não podem estar que não deitem a cabeça de fora.
  • Duas velas a arder, deitam a casa a perder.
  • Em cama estreita, deitar primeiro.
  • Lua deitada, marinheiro de pé.
  • Não se deitam foguetes antes da festa.
  • Ninguém cria fama deitado na cama.
  • O raio não cai em pau deitado.
  • O velho por não poder, o novo por não saber, deitam o mundo a perder.
  • Pau deitado não chama trovoada.
  • Quem boa cama faz, melhor nela se deita.
  • Quem ceia e logo se vai deitar, má noite vai passar.
  • Quem com cães se deita, com pulgas se levanta.
  • Quem com meninos se deita, acorda borrado.
  • Quem melhor fizer a cama, melhor nela se deita.
  • Quem pede para a candeia, não se deita sem ceia.
  • Quem se deita a dormir, acaba a pedir.
  • Três luzes a arder deitam uma casa a perder.
  • Trigo deita-o na lama, que o deitas em boa cama.
  • Uma má ovelha deita o rebanho a perder.
  • Zorro deitado não apanha bocado.
VER +