A Arte. Revista internacional

Revista publicada entre 1895 e 1896, em Coimbra, com direção de Eugénio de Castro e Manuel da Silva Gaio. Compreendia uma parte com "poesias, contos e romances; artigos filosóficos; estudos de estética geral e estudos críticos de literatura e escolas d'arte; monografias sobre monumentos e obras notáveis, sobre produtos característicos d'arte ou d'industria artística; páginas àcerca d'altas personalidades: filósofos, artistas, poetas, críticos, etc."; e uma segunda parte, designada "Boletim Internacional", espécie de "bibliografia e compte rendu de tudo o que pelo mundo se torne digno de menção", no domínio artístico e do pensamento. Imbuída de um intuito cosmopolita, pretendia "tornar conhecidas em Portugal as criações d'arte e as literaturas estrangeiras", através da publicação de textos de colaboradores estrangeiros, de biografias, de recensões ou notas necrológicas, e, ao mesmo tempo, divulgar a literatura portuguesa, fazendo acompanhar cada texto literário em português da respetiva tradução em francês. Anuncia colaboração, entre outros, de Paul Adam, Fialho d'Almeida, Gabriele d'Anunzio, Maurice Barrès, Teófilo Braga, Eugénio de Castro, João de Deus, Alfred Ernst, António Feijó, Manuel da Silva Gaio, Gustave Khan, Maeterlinck, Luis de Magalhães, Stéphane Mallarmé, Jean Moréas, Jules Renard, J. H. Rosny, Wilhelm Storck, Verlaine, Lionel des Rieux, Joaquim de Vasconcelos.
Como referenciar: A Arte. Revista internacional in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-22 01:44:40]. Disponível na Internet: