A Ermida de Castromino

Romance de atualidade, da autoria de Teixeira de Vasconcelos e publicado em 1875, cuja temática aborda a questão do conflito entre a nobreza proprietária da terra e a burguesia comercial em ascensão. A intriga gira em torno do amor atribulado e infeliz que une Henrique de Melo, um jovem fidalgo esclarecido, e Ana Oliveira, a filha de um comerciante falido, obrigada a desposar o "brasileiro" Salvador Lopes, a fim de poder salvar o negócio paterno. Após a morte trágica de Ana e do marido, precisamente no alto onde se ergue a ermida de Castromino, Henrique de Melo leva a cabo um suicídio moral, tornando-se ermitão. Na idealização dos caracteres e no desfecho ultrarromântico, a obra revela influências de Balzac e de Camilo Castelo Branco.
Como referenciar: Porto Editora – A Ermida de Castromino na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-27 14:17:02]. Disponível em