À Sombra das Árvores Mortas

Romance de Mário Ventura, publicado em 1966, que foca um setor da juventude portuguesa na sua vivência quotidiana, nos seus conflitos com os pais e com a sociedade, alheados em aventuras inúteis e ociosas. No seu percurso de aprendizagem, de teddy-boy até à consciencialização social, a personagem central, Lázaro, compreende, a pouco e pouco, que as aventuras do grupo em que se incluía não possuíam finalidade nem proveito e que o único sentido da existência é a capacidade de intervenção direta na sociedade: "À sombra das árvores mortas... Não basta que as abandonemos, como eu e o Filipe quisemos fazer - é preciso derrubá-las, entendes? Se fores capaz de aceitar isto talvez eu não fique sozinho nesta mudança."
Como referenciar: À Sombra das Árvores Mortas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-25 16:18:31]. Disponível na Internet: