Acapulco

A cidade de Acapulco fica situada na região administrativa de Guerrero, próxima do lago Coyuca e a sudoeste do Lago Papagayo. Possui um porto de abrigo natural, dos mais perfeitos do mundo, que forma uma baía que se estende ao longo de cerca de cinco quilómetros e é protegida, a norte, pela Sierra Madre do Sul.
Após a sua descoberta pelos Espanhóis, em 1531, por Hernán Cortés, deu-se logo a sua fundação, tornando-se o porto da cidade num estaleiro dos barcos espanhóis que navegavam entre o México e a Ásia.
O porto continua a ter uma grande importância, nomeadamente para as exportações de produtos como o algodão, as frutas tropicais, a cana-de-açúcar, o café, o tabaco e outros produtos que advêm do interior do país. A rede de transportes, com destaque para a estrada de ligação à cidade do México, estabelece uma complementaridade eficiente com as facilidades marítimas. Acapulco tornou-se num local turístico importante, dado que especialmente entre os meses de dezembro e abril possui temperaturas muito agradáveis. Está inserida nos planaltos costeiros do México, sendo uma área denominada de "tierra caliente", dado que as temperaturas ultrapassam frequentemente os 40 ºC. Por outro lado, o clima é bastante húmido, com a estação das chuvas a decorrer entre maio e outubro, sendo designada, por vezes, de "Riviera do México".
É o centro turístico mais importante do México e um dos mais importantes do mundo, dado o contexto natural paradisíaco, a nível do relevo, do clima e da própria vegetação tropical. O seu desenvolvimento económico é perfeitamente assente no turismo, com complexos turísticos, cinemas, grandes hotéis e centros de recreio que proporcionam uma boa qualidade de vida.
Em outubro de 1997, um violento furacão passou pela cidade, fazendo vários estragos, como a destruição de estradas e pontes e a morte de cerca de 100 pessoas.
Como referenciar: Acapulco in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-18 09:42:32]. Disponível na Internet: