Acontece

O programa de televisão "Acontece" começou a ser emitido em meados de 1995 no segundo canal da Radiotelevisão Portuguesa. Tratava-se de um magazine cultural diário de autoria e apresentação do jornalista Carlos Pinto Coelho, sendo habitualmente transmitido em direto a partir dos estudos da RTP. Foi o primeiro noticiário televisivo dedicado em exclusivo a assuntos culturais. Apesar da predominância pertencer à literatura, temas como o cinema, a música, o teatro, a dança e as artes plásticas, entre outros, integravam regularmente a lista de temas do "Acontece". Por norma Carlos Pinto Coelho apostava na participação de convidados no estúdio e pelo programa passaram personalidades como José Saramago, Agustina Bessa-Luís, Maria João Pires, Aníbal Cavaco Silva, o ator francês Gerard Depardieu e a escritora chilena Isabel Allende.
Desde o início, Carlos Pinto Coelho pretendeu que este fosse um programa feito apenas por jornalistas. Outras das suas opções iniciais foi fazer uma espécie de telejornal com notícias curtas que não permitissem ao espectador perder a atenção. O facto das notícias serem curtas levavam o público a esperar por temas que estivessem mais relacionados com os seus interesses. Desta forma, o programa acabou por captar um público fiel.
O "Acontece" deu sempre destaque à lusofonia, embora também abordasse temas de outros países que não os de língua portuguesa. Para além de ser transmitido em Portugal, o "Acontece" fazia também parte das emissões da RTP África e RTP Internacional. Ao longo dos anos, o programa teve várias sessões especiais, ou ligadas a eventos ou a determinados espaços. Por exemplo, houve emissões a partir do Palácio da Pena, do Palácio de Queluz, da Livraria Lello e do Convento do Beato, quando o programa assinalou a sua milésima emissão em fevereiro de 1999.
Houve também emissões a partir do estrangeiro, nomeadamente de Estocolmo (Suécia), quando José Saramago recebeu o Prémio Nobel da Literatura. Paris, Maputo, Madrid, Macau e Frankfurt foram outras cidades escolhidas para transmissões em direto.
Em início de 2003 levantou-se uma polémica à volta do "Acontece" devido a declarações do Ministro da Presidência, com a tutela da RTP. Morais Sarmento disse que se gastava demasiado dinheiro na produção do programa de Carlos Pinto Coelho. Foi na altura relançado o debate sobre a questão do serviço de utilidade pública da RTP e o programa acabou por continuar a ser transmitido diariamente no segundo canal. Em julho de 2003 foi anunciado o fim das emissões do programa "Acontece".
Como referenciar: Acontece in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-01-18 14:28:08]. Disponível na Internet: