Adriano

Futebolista brasileiro, Adriano Leite Ribeiro, nascido a 17 de fevereiro de 1982, no Rio de Janeiro, venceu a Copa América em 2004, onde foi o melhor goleador e eleito o melhor jogador.
Adriano passou a infância nas favelas do Rio de Janeiro e começou a praticar futebol na praia do Leblon, onde foi recrutado para jogar nas camadas jovens do Flamengo, um dos principais clubes brasileiros.
Em 1999 sagrou-se, na Nova Zelândia, campeão do Mundo de Sub-17 e, dois anos mais tarde, foi o segundo melhor marcador do Mundial de Sub-20, chamando a atenção de importantes clubes europeus. Entretanto, no ano 2000 tinha feito a sua estreia na equipa principal do Flamengo. Acabou por ser contratado em 2001 pelo Inter de Milão, uma das equipas históricas de Itália. Logo na sua estreia, num jogo particular com o Real Madrid, de Espanha, Adriano marcou o golo da vitória do Inter. Nessa que foi a sua época de estreia em Itália, 2001/2002, Adriano acabou por alinhar poucas vezes no Inter e foi emprestado, a meio da temporada, à Fiorentina, onde pôde jogar mais vezes.
Na época seguinte, 2002/2003, foi de novo emprestado, desta vez ao Parma, a quem o Inter cedeu ainda metade do passe de Adriano por 12,5 milhões de euros. Nessa temporada Adriano marcou vinte golos.
Em 2004 Adriano foi convocado para representar o Brasil na Copa América, competição onde participam as melhores seleções sul-americanas, e acabou por conquistar este torneio, onde foi eleito o melhor jogador assim como se sagrou o melhor goleador, com sete golos.
O Inter resolveu então recuperar a metade do passe que tinha vendido ao Parma, mas agora teve de pagar 29 milhões de euros para poder contar com o jogador brasileiro na segunda metade da época 2003/2004.
Em 2004/2005 Adriano voltou a representar o Inter de Milão, ganhando um lugar na equipa, suplantando os consagrados Vieri e Recoba. Nessa época, ganhou a Taça de Itália.
Ainda em 2005, em representação da seleção brasileira, venceu a Taça das Confederações, depois de bater na final a Argentina por 4-1. Foi o melhor jogador do torneio, assim como o melhor marcador, com cinco golos.
Adriano foi um dos convocados para representar o Brasil no Mundial de 2006, na Alemanha.
Como referenciar: Adriano in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-05 20:01:06]. Disponível na Internet: