Aeroporto de Ponta Delgada

O Aeroporto João Paulo II, situado junto à cidade de Ponta Delgada, na Ilha de São Miguel, nos Açores, é a principal estrutura do género do arquipélago e a porta de entrada aérea da região.

O aeroporto tem uma pista com 2353 metros de extensão e 45 de largura.

O Aeroporto de Ponta Delgada foi inaugurado em 1969, tendo sido planeada a sua construção seis anos antes, em 1963. Na altura, a pista tinha apenas 1800 metros de comprimento. O então chamado Aeroporto de Nordela destinava-se a servir as ligações interilhas, assim como a Portugal continental, neste caso, através de um Boeing 727 da companhia aérea nacional TAP.

As ligações regulares com Lisboa tiveram início dois anos mais tarde, em 1971, também através da TAP.

Em 1988 entrou ao serviço no já então designado Aeroporto de São Miguel uma nova torre de controlo e, no ano seguinte, a pista foi ampliada para nascente até aos 2353 metros.

Um novo terminal de passageiros foi inaugurado em 1995, assim como uma nova placa de estacionamento com espaço para nove aparelhos. O aeroporto passou assim a estar apto a receber um milhão de passageiros por ano.

A designação Aeroporto João Paulo II surgiu depois da passagem do Papa pelos Açores em 1991.

Para além da TAP e da transportadora aérea açoriana SATA, o Aeroporto João Paulo II passou entretanto a receber voos de companhias estrangeiras, como a escandinava SAS e a finlandesa Finnair, entre outras.

A partir de Ponta Delgada há voos regulares para Lisboa e Porto, assim como para os aeroportos açorianos das ilhas de Santa Maria, São Jorge, Lajes, Pico e Horta. Os dias de maior movimento ocorrem no verão e pode haver dezenas de operações diárias.

Como referenciar: Porto Editora – Aeroporto de Ponta Delgada na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-20 11:11:08]. Disponível em