Aeroporto de Sydney

O Aeroporto Internacional de Sydney Kingsford Smith, na Austrália, fica situado em Mascot, nos arredores de Sydney, a maior cidade do país.
Tem três pistas principais: a maior com 3968 metros de extensão, uma com 2529 e outra com 2438.
É o aeroporto com mais movimento na Austrália e serve como uma das bases de operações da companhia aérea nacional australiana Qantas. O Aeroporto de Sydney entrou em funcionamento em 1920, sendo na altura um aeródromo. É um dos que está em atividade contínua há mais tempo no mundo.
Em 1924 entrou em funcionamento o primeiro hangar e iniciaram-se a ligações aéreas regulares com as cidades australianas de Melbourne e Adelaide.
A 10 de março de 1928 aterrou no aeródromo de Mascot o primeiro voo internacional, proveniente de Inglaterra.
As primeiras pistas foram construídas em 1933 e, dois anos mais tarde, o aeródromo foi classificado como aeroporto internacional. Em 1936 passou a chamar-se Aeroporto Internacional de Sydney Kingsford Smith, em homenagem ao pioneiro da aviação australiana Charles Kingsford Smith, falecido um ano antes.
Em 1946 foi dado início à construção de duas novas pistas e, seis anos mais tarde, o Kingsford Smith Sydney alcançou o estatuto de um dos aeroportos com mais movimento do mundo.
A 3 de maio de 1970, após quatro anos de obras, foi inaugurado pela Rainha Isabel II de Inglaterra um novo terminal internacional, que em 1992 viria a ser ampliado. Entretanto, em outubro de 1970 uma das pistas tinha sido ampliada, tornando-se numa das mais compridas do hemisfério sul. Em 1994 foi construída uma nova pista e, dois anos mais tarde, entrou em funcionamento uma nova torre de controlo.
Em 2000 foram melhorados e ampliados os terminais domésticos e internacionais a fim de servirem os Jogos Olímpicos que nesse ano tiveram lugar em Sydney.
Como referenciar: Aeroporto de Sydney in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-15 05:32:58]. Disponível na Internet: