afasia

Afasia significa ter disfunções ou perda da função fala. Muitos estudos da linguagem têm sido realizados sobre indivíduos afásicos, com distúrbios nas áreas específicas da fala quer motoras quer de perceção.
A afasia motora resulta de lesões cerebrais na área de Broca e manifesta-se pelo facto dos indivíduos falarem muito pouco, ou não falarem de todo, pois não podem ativar os músculos que produzem a fala, mas muitas vezes compreendem a linguagem falada e escrita. A afasia motora é comum em vítimas de choques que mostram paralisia motora do lado direito. A capacidade motora não verbal, segundo padrões de fala, pode ser reprogramada, o que é difícil pois exige quase sempre uma aprendizagem desde o início, para pronunciar as primeiras palavras.
A afasia sensorial, que também prevalece nas vítimas de choques, resulta de lesões na área de Wernicke, e tem como consequência a incapacidade de perceber a linguagem falada e escrita, mantendo-se a capacidade de falar. Por outro lado a fala exige muito esforço, transmite pouca ou nenhuma informação e utiliza palavras desordenadas e com gramática errada. Neste tipo de afasia fala-se sem conhecimento dos seus erros (devido à pouca compreensão das suas próprias palavras) e sem possibilidade de ser corrigido.
Os indivíduos com esta deficiência omitem parte das palavras e utilizam-nas incorretamente. Não são capazes de repetir frases simples, e muitas vezes não percebem que a capacidade de ler e ouvir e a sua área motora de falar está enfraquecida.
Como referenciar: afasia in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-14 12:05:46]. Disponível na Internet: