Alcibíades

Figura polémica da Grécia do período clássico, Alcibíades nasceu cerca de 450 a. C., filho de Clínias, e foi educado por Péricles após a morte do pai.
Tucídides opinou certa vez que a sua personalidade dominadora e as peripécias da sua vida pessoal acabaram por marcar e condenar a sua própria existência. Foi adversário de Nícias, contribuindo na união de Atenas com Argos contra Esparta em Mantineia no ano de 418 a. C., sendo o empreendedor da expedição à Sicília realizada em 415 a. C. A sua fuga para Esparta surge após a intimação do tribunal aplicada devido às mutilações que executou em diversa estatuária do deus Hermes. Contudo, temendo pela própria vida, abandona Esparta e parte para Sardes, onde se torna indispensável a Tissafernes, recuperando de igual modo a confiança dos atenienses. Regressa a Atenas no ano de 407 a. C., liderando como comandante-chefe todas as tropas do exército da cidade, mas a derrota sofrida em Notium acelera a sua destruição, morrendo assassinado na Frígia em 404 a. C.
Como referenciar: Alcibíades in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-12 13:30:45]. Disponível na Internet: