Alexandre Braga

Poeta e jornalista português, Alexandre José da Silva Braga Júnior nasceu a 14 de março de 1829, no Porto, e faleceu a 9 de maio de 1895, na mesma cidade. Irmão do poeta Guilherme Braga e pai do escritor e tribuno republicano Alexandre Braga, foi advogado, orador e filiado no partido republicano. Fez parte da geração romântica de 50 juntamente com Camilo Castelo Branco, entre outros.
Em 1849, foi um dos fundadores da revista portuense Lira da Mocidade e publicou a coletânea de poesias Vozes d'alma, representativa do ideário poético da sua geração, revelando influências de Herculano, Lamartine e Vítor Hugo, e perpassada dos lugares-comuns da escola literária romântica: o medievismo, o populismo, os ideais da pátria e da liberdade e as queixas do amor ardente.
Cursou Direito na Universidade de Coimbra, onde conviveu com Soares de Passos, tendo sido um dos fundadores da revista O Novo Trovador. Em 1856, foi um dos fundadores do jornal político O Clamor Público. Na década de 50, colaborou ainda em O Bardo e A Grinalda, afastando-se depois da vida literária, para se dedicar às suas funções de advogado e orador.
Como referenciar: Alexandre Braga in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-22 18:20:18]. Disponível na Internet: