Alfredo Keil

Compositor e pintor português de ascendência alemã, Alfredo Keil nasceu a 3 de julho de 1850, em Lisboa, e morreu a 4 de outubro de 1907, em Hamburgo.

Durante a sua infância e adolescência frequentou os melhores e mais bem conceituados colégios alemães e ingleses, tornando-se um pintor e músico exímio.
Compôs belíssimas óperas, de entre as quais se destaca A Serrana, a sua verdadeira obra-prima. Em 1890 criou A Portuguesa, que a República implantada em 1910 adotou como hino nacional e que é ainda hoje um dos símbolos nacionais. Foi também autor de muitas outras composições, bem reveladoras do seu talento e inspiração.

Na pintura, Alfredo Keil foi um artista de características românticas, mostrando predileção por paisagens melancólicas e recantos solitários. Foi galardoado com vários prémios, de entre os quais o mais importante foi a medalha de ouro recebida em 1879 na Exposição Artística do Rio de Janeiro.
Como referenciar: Alfredo Keil in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-20 04:05:15]. Disponível na Internet: