Aliança Povo Unido (APU)

A APU - Aliança Povo Unido - foi formada em 1978, sendo uma coligação de dois partidos de oposição: O PCP - Partido Comunista Português e o MDP/CDE - Movimento Democrático Português Comissão Democrática Eleitoral.
O PCP foi fundado em 1921 sob a liderança de José Carlos Rates, com origens na Federação Marxista Portuguesa. Entre 1926 e 1974, o Partido Comunista é perseguido pelo regime do Estado Novo e desenvolve o seu trabalho na clandestinidade, emergindo durante este período - nos anos 40 - a presença de Álvaro Cunhal, que será secretário-geral do partido até 1992.
Em 1931 é publicado o primeiro número do jornal Avante!, órgão oficial do partido, desenvolvendo uma estratégia de oposição democrática ao regime estabelecido, ingressando no MUNAF - Movimento de União Nacional Antifascista - no MUD - Movimento da Unidade Democrática - e no MDP/CDE entre 1969 e 1973. Após a Revolução de 25 de abril, o PCP participou nos seis governos provisórios, acabando por ser o terceiro partido mais votado nas eleições para a Assembleia Constituinte.
Em 1978 o PCP integrou a coligação eleitoral com o MDP/CDE, designada APU.
O MDP/CDE constituiu uma das principais organizações políticas da Oposição Democrática ao regime autoritário do Estado Novo. Foi fundado em 1969, como coligação para as eleições legislativas desse ano. Em 1973 esteve presente no Congresso Democrático de Aveiro e após o 25 de abril, tal como o Partido Comunista, participou em todos os governos provisórios, com exceção do VI.
Em 1978 concorreu às eleições em coligação com o PCP, integrando a APU.
Como referenciar: Aliança Povo Unido (APU) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-12-14 00:24:37]. Disponível na Internet: