Alwaleed Bin Talal Alsaud

Milionário e empresário saudita, nasceu em 1957, em Riade, na Arábia Saudita, sendo membro da família real. O príncipe Alwaleed é neto do fundador da Arábia Saudita, o rei Abdul Aziz Alsaud, e do primeiro primeiro-ministro do Líbano moderno, Riad El-Solh. É ainda sobrinho do rei Fahd, da Arábia Saudita.
Fez os seus estudos superiores nos Estados Unidos da América e, em 1979, tirou um bacharelato em Ciência a nível de Administração Financeira. Seis anos depois, tornou-se mestre em Ciências Sociais pela Universidade de Siracusa, situada em Nova Iorque.
Após ter concluído os seus estudos, regressou à Arábia Saudita e começou a investir nos setores da construção e de propriedades. Os seus investimentos deram resultado e começou a multiplicar a fortuna, tendo então formado, em Riade, a Kingdom Holding Company. O príncipe foi ainda o responsável pela introdução no mundo árabe das comunicações sem fio e um dos empresários mais ativos na operação de instalar o comércio eletrónico proporcionado pela Internet na mesma região.
Entretanto, expandiu o seu negócio para além do mundo árabe e tornou-se acionista de relevo em empresas internacionais como a AOL Time Warner, a Apple, a Kodak, a Euro Disney, a Motorola e a Planet Hollywood.
Em julho de 1997, resolveu investir na Palestina, na área da construção, nomeadamente na Faixa de Gaza. Na mesma altura,ajudou a fundar a Companhia de Desenvolvimento e Investimento de Jerusalém para aí ajudar a fomentar a presença palestina através de projetos de habitação e acolhimento.
Desenvolveu vários projetos de beneficência na Arábia Saudita e recebe semanalmente pessoas necessitadas para depois as poder ajudar.
A forte ligação do príncipe saudita aos Estados Unidos da América ficou bem patente com a visita aos destroços das torres gémeas de Nova Iorque, após os atentados de 11 de setembro de 2001. Alwaleed Alsaud fez uma doação de dez milhões de dólares para ajudar a reconstruir o local. No entanto, o "mayor" de Nova Iorque Rudolph Giuliani devolveu o dinheiro depois do príncipe ter dito que o Governo dos Estados Unidos da América devia reexaminar a sua política para o Médio Oriente.
Como referenciar: Alwaleed Bin Talal Alsaud in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-06 00:13:20]. Disponível na Internet: