Amancio Ortega Gaona

Empresário têxtil espanhol, Amancio Ortega Gaona, nascido a 28 de março de 1936, em Busdongo de Arbas, León, criou o império Inditex (Industrias de Diseño Textil Sociedad Anónima) cuja marca mais conhecida é a cadeia de lojas de roupa Zara.
Aos 14 anos foi trabalhar como empregado de duas conhecidas lojas de roupa de A Corunha e nunca chegou a terminar o ensino secundário.
Em 1963, decidiu trabalhar por conta própria e criou a empresa de confeções GOA, cujo nome é elaborado com as suas iniciais ordenadas de trás para a frente. Começou a produzir batas e ainda durante a década 60 do século XX passou a exportar para diversos países europeus. Em 1975 abriu a primeira loja Zara, numa das principais ruas do centro de A Corunha.
Devido ao grande crescimento do volume de negócios, em 1986 Gaona optou por criar, com a sua mulher de então, um grupo empresarial, ao qual chamou Inditex, que inclui ainda as marcas Massimo Dutti e Pull & Bear.
Três anos mais tarde, em 1988, deu-se a internacionalização da Zara, com a abertura de uma loja no Porto, em Portugal. No ano seguinte, abriram os estabelecimentos de Paris (França) e Nova Iorque (Estados Unidos da América). O processo de internacionalização prosseguiu depois com a abertura de lojas no resto da Europa, na América, na Ásia, no Médio Oriente e no norte de África.
Paralelamente aos têxteis, Ortega investiu noutros tipos de negócios, como o imobiliário, o financeiro e a comercialização de automóveis.
Em 2001, Amancio Ortega Gaona tornou-se no homem mais rico de Espanha. Segundo dados de 2006 da revista norte-americana Forbes, o empresário era o terceiro homem mais rico da Europa e o oitavo mais rico do mundo, graças a uma fortuna de 24 mil milhões de dólares. Nesta altura, o grupo Inditex tinha mais de três mil lojas em 65 países e empregava perto de 70 mil funcionários.
Em 2001, o empresário criou a Fundação Amancio Ortega, destinada a apoiar iniciativas em matéria de investigação, educação e ciência. Criou também a Fundação de Paideia, destinada a apoiar menores com deficiências, que é dirigida pela sua ex-mulher.
Amancio Ortega pouco revela da sua vida privada e só em 1999 foi conhecida uma fotografia sua. Nunca deu entrevistas a jornalistas.
Como referenciar: Amancio Ortega Gaona in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-26 11:00:42]. Disponível na Internet: