Amanhã

Terceiro romance, publicado em 1902, do políptico que Abel Botelho designou Patologia Social, é porventura, de todos esses cinco romances animados pela descrição da decadência moral da sociedade portuguesa, o mais convencional, abordando, como tema central, a miséria geral que pairava no país.
Como referenciar: Amanhã in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-05-28 22:16:22]. Disponível na Internet: