Ana Bustorff

Atriz portuguesa nascida a 15 de novembro de 1959, no Porto. O seu sonho era ser bióloga e chegou a frequentar o 1.º ano de Biologia na Universidade do Porto, mas acabou por se apaixonar pela carreira de atriz. Frequentou o curso de Iniciação à Prática Teatral na Companhia Seiva Trupe onde, em 1977, se estreou como atriz na peça Contos Cruéis, de Jorge de Sena. A sua atividade no cinema iniciou-se em 1978, quase em paralelo à sua atividade teatral e, desde então, tem participado em inúmeros filmes, entre os quais Adão e Eva (1995), de Joaquim Leitão, que a tornou mais conhecida junto ao público português, por ter sido um sucesso de bilheteira no nosso país. Em 1994 e 1995, participou na série de humor Desculpem Qualquer Coisinha, uma paródia ao programa Perdoa-me (1994), seguindo-se a essa muitas outras interpretações em séries televisivas como Tudo ao Molho e Fé em Deus (1995), Pensão Estrela (1996), Solteiros (1998), a telenovela A Lenda da Garça (1999) e Pedro e Inês (2005). No cinema, podemos vê-la em filmes de destaque como Elles (Elas, 1997), de Luís Galvão Telles; Tentação (1997), de Joaquim Leitão; Sapatos Pretos (1998), de João Canijo; Zona J (1998), de Leonel Vieira; Inferno (1999), de Joaquim Leitão; Noites (2000), de Cláudia Tomaz, que concorreu ao Festival de Veneza de 2000; no telefilme História de Um Palhaço (2000); A Bomba (2001), também de Leonel Vieira; Portugal S.A. (2004), de Ruy Guerra; e no drama de Marco Martins, Alice (2005).
Como referenciar: Ana Bustorff in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-17 11:56:18]. Disponível na Internet: