Andrew Carnegie

Empresário escocês, Andrew Carnegie nasceu a 25 de novembro de 1835, na localidade de Dunfermline, na Escócia. Com apenas 13 anos de idade, mudou-se, juntamente com a sua família, para os Estados Unidos da América, estabelecendo-se na Pennsylvania.
Andrew empregou-se numa plantação de algodão, mas rapidamente enveredou por uma sucessão de trabalhos, desde a Western Union à Companhia de Estradas da Pensilvânia.
Em 1865 demitiu-se do emprego para fundar a sua própria empresa, a Companhia de Aço Carnegie, responsável pelo desenvolvimento desta indústria na cidade americana de Pittsburgh. Ao longo da sua vida, Andrew Carnegie dedicou-se à empresa que fundou, mas não utilizou a fortuna que conseguiu acumular apenas em proveito próprio. Carnegie é considerado o primeiro empresário que declarou publicamente que os ricos têm a obrigação moral de distribuir as suas fortunas. Em 1889, o empresário escocês escreveu o livro Evangelho da Riqueza, onde defendia que toda a riqueza pessoal que ultrapassasse o suficiente para garantir as necessidades familiares, deveria ser vista como um fundo de confiança a ser administrado em benefício da comunidade.
Aos trinta anos de idade, Andrew Carnegie já tinha começado a doar alguns dos seus fundos rapidamente acumulados. A primeira doação foi feita na sua terra natal, Dunfermline. De seguida criou, nos Estados Unidos, sete organizações filantrópicas e educacionais, incluindo a Corporação Carnegie de Nova Iorque. A Europa foi o passo seguinte.
Um dos maiores interesses do escocês foi a construção de bibliotecas públicas gratuitas, fundadas com o intuito de fornecer a toda a gente os meios para a autoeducação. A ideia surgiu em 1881, nessa altura eram ainda poucas as bibliotecas existentes em todo o mundo.
Carnegie e a sua Corporação gastaram mais de 56 milhões de dólares na construção de 2.509 bibliotecas, espalhadas pelos países de expressão inglesa.
Este programa terminou em 1917, mas a Corporação continua a providenciar o melhoramento dos serviços bibliotecários.
Durante a sua vida, Andrew Carnegie doou mais de 350 milhões de dólares. Morreu em Lenox, Massachusetts (EUA), a 11 de agosto de 1919.
Como referenciar: Andrew Carnegie in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-21 03:28:28]. Disponível na Internet: