anfíbio

A classe dos anfíbios inclui cerca de 3000 espécies, de que são mais conhecidas as rãs e salamandras e são menos familiares as cecílias e os tritões. Foram os primeiros animais que puderam habitar, pelo menos temporariamente, terra firme, mas nunca se adaptaram completamente a viver em habitats terrestres secos. Os seus descendentes apresentam características intermédias dos organismos com vida aquática e com vida terrestre. Por exemplo, apresentam pele fina, húmida e permeável, que os pode facilmente fazer perder água. Como consequência, os adultos procuram habitats húmidos ou mantêm-se na água para prevenir a desidratação.
Os ovos dos anfíbios apresentam uma membrana protetora impermeável que impede que a água se perca rapidamente em ambientes mais ou menos secos.
Independentemente do lugar onde vivem os adultos, muitos anfíbios regressam à água, onde desovam. Os ovos originam larvas, como por exemplo as da rã, que na água experimentam metamorfoses. Ao atingir o estado adulto, o animal pode viver na superfície terrestre. É esta vida dupla - parcialmente aquática e parcialmente terrestre - que dá a estes seres o nome de anfíbios.
Os anfíbios representam um papel fulcral na história dos vertebrados. Foram os primeiros vertebrados a viver na água e a deslocarem-se, com quatro membros, na terra.
Como referenciar: anfíbio in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-01-23 06:53:37]. Disponível na Internet: