anfíbolas

Os anfíbolas constituem um grupo grande e muito abundante na Natureza de formações rochosas de silicatos minerais. Estes apresentam geralmente uma forma alongada ou acicular, dureza entre 5 e 6, densidade entre 2,9 e 3,5, clivagem perfeita em duas direções, fazendo ângulos de 56º e 124º e uma vasta gama de cores, predominando os tons verde, pardo e algumas vezes mesmo o tom preto.
Os anfíbolas têm uma estrutura de silicato ligada tetraedricamente para formar cadeias sem fim, em contraste com as cadeias únicas dos piroxenes, com os quais se encontram estreitamente relacionados.
Os anfíbolas estão presentes em muitas rochas ígneas e metamórficas. Estes possuem uma grande gama de composições, cuja fórmula geral é: Z8O22X2Y5.(OH)2, onde X = Ca, Na, K, Mg ou Fe2+, Mg2+, Mn2+; Y = Mg, Fe2+, Fe3+, Al, Ti ou Mn; e Z = Si ou Al. Os iões hidróxido (OH) podem ser substituídos por flúor (F), cloro (Cl) ou oxigénio (O).
Os anfíbolas podem ser anfíbolas rômbicos, como é o caso da antofilite, anfíbolas monoclínicos, como é caso da cumingtonite, tremolite, actinolite, horneblenda, grunerite, edenite, glaucófano e arfvedsonite e anfíbolas triclínicas, como é o caso da enigmatite.

Como referenciar: anfíbolas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-25 14:16:05]. Disponível na Internet: