Anne Frank

Judia alemã, Anne Frank nasceu a 12 de junho de 1929, em Frankfurt am Main, e morreu a 31 de março de 1945, em Bergen-Belsen. Filha de um comerciante, viveu com a sua família em Frankfurt até que à chegada ao poder do partido nazi se seguiu um agravamento das manifestações de antissemitismo no país. Em 1941, a família emigrou para a Holanda, mais precisamente Amesterdão, onde Anne passou a viver confinada a um esconderijo.

Durante dois anos, escreveu um diário em que relata a experiência da perseguição movida pelos nazis e fala dos terrores que se abatiam sobre os que com ela partilhavam aquele pequeno espaço. A família acabou por ser descoberta e transportada para o campo de concentração de Bergen-Belsen, onde Anne e sua mãe viriam a morrer.

O diário de Anne Frank é um dos mais vivos testemunhos do horror que o mundo conheceu. Encontra-se traduzido em mais de trinta línguas e fez da sua jovem autora um símbolo do sofrimento dos inocentes perante a injustiça.

A casa de Amesterdão que albergou a família Frank é hoje um museu.
Como referenciar: Porto Editora – Anne Frank na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-07-26 03:10:09]. Disponível em