Antártida

Território situado em volta do Polo Sul e que é o quinto maior continente. Encontra-se coberto por uma camada de 30 000 000 km3 de gelo, com uma espessura de 2000 m, o que representa 90% do gelo glacial mundial. Tem uma área de 14 200 000 km2. É uma região importante para a cooperação internacional no que respeita a investigação científica.

As secções meridionais dos oceanos Atlântico, Pacífico e Índico formam o oceano Antártico, que envolve a Antártida. É a região mais fria e ventosa do Mundo. As temperaturas dos meses mais frios variam entre -20oC e -30oC, na costa, e entre -40oC e -70oC, no interior. No verão, a temperatura atinge 15 oC, na península Antártica, e varia entre 0 oC, na costa, e -20 oC e -35 oC, no interior.
Ali existe uma enorme variedade de reservas de minerais, que inclui o antimónio, o crómio, o cobre, o ouro, o chumbo, o ferro, o carvão, o molibdénio, o estanho, o zinco e o urânio.

A partir da década de 1950, o Chile, a Argentina, o Reino Unido, a Austrália e a França estabeleceram na região algumas estações de investigação científica, exemplo seguido mais tarde pelos EUA, pela ex-URSS, pelo Japão, pela Nova Zelândia e pela Noruega. Durante o Ano Geofísico Internacional, de 1957 a 1958, foram criadas mais cinquenta estações, com o objetivo de promover o estudo científico cooperativo. Nessa altura, começou a surgir uma pequena indústria turística que inclui visitas às estações de investigação científica e às colónias de pinguins.

Em 1961 foi assinado o Tratado da Antártida, que estipulou, definitivamente, a reserva da região antártica para a investigação científica livre e não-política. Desde então, a cooperação científica entre as nações tem aumentado, facto que tem contribuído para os avanços na investigação sobre a camada de ozono e o aquecimento global.
Como referenciar: Antártida in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-09 21:26:17]. Disponível na Internet: