António de Oliveira Bernardes

Pintor e azulejista português dos séculos XVII e XVIII, António de Oliveira Bernardes, natural do Alentejo, entrou para a Irmandade de S. Lucas em 1684 e nela serviu como mordomo em 1686 e 1687. Considera-se que terá falecido por volta de 1732. Distinguiu-se sobretudo como azulejista, tendo sido autor de obras na ermida de Porto Salvo (Paço de Arcos), em N. S. dos Remédios (Peniche), na Capela de S. Pedro de Rates, na Igreja do Pópulo e na Sé Catedral de Braga, na Igreja de S. Domingos de Benfica, no Convento da Esperança em Ponta Delgada, na Igreja dos Loios e na Igreja de S. Francisco de Évora.
Como referenciar: António de Oliveira Bernardes in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-07-23 23:13:56]. Disponível na Internet: