António Maria da Silva

Engenheiro de formação, nascido em 1872 e falecido em 1950, foi cofundador e alto dirigente da Carbonária, e conspirou empenhadamente contra o regime monárquico. Na revolução de 5 de outubro de 1910, esteve envolvido nos combates da Rotunda. Foi depois nomeado administrador dos Correios e Telégrafos. Como membro do Partido Republicano e, depois, do Partido Democrático, foi deputado e várias vezes ministro e chefe do Governo. Encontrava-se no poder quando se deu o golpe de 28 de maio de 1926.
Como referenciar: António Maria da Silva in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-14 23:37:49]. Disponível na Internet: