Arlete Salles

Atriz brasileira, Arlete Sales Lopes nasceu a 17 de junho de 1942 na pequena cidade de Pau D'Alho, em Pernambuco, no Brasil. Ainda criança, mudou-se com a sua família para o Recife, onde começou a sua carreira em 1955, aos 13 anos, na Rádio Jornal do Comércio, uma rádio local da cidade que na altura estava a recrutar atores. Não ficou como atriz, mas a sua voz grave ajudou-a a conseguir um trabalho como locutora. Três anos depois, em 1958, pisou o palco pela primeira vez na peça A Cegonha se Diverte, cuja interpretação lhe valeu o prémio de revelação feminina. Aos 16 anos casou-se com o também ator Lúcio Mauro, matrimónio que durou 15 anos e lhe deu dois filhos.
Estreou-se no cinema em 1963 no filme de José Carlos Burle intitulado Terra Sem Deus e, no ano seguinte, mudou-se para o Rio de Janeiro disposta a afirmar-se como atriz no panorama nacional brasileiro.
Na televisão estreou-se cinco anos depois na primeira telenovela da TV Globo: Sangue e Areia (1968), a primeira de muitas. A sua primeira telenovela a chegar ao público português seria O Casarão (1976), onde interpretou um pequeno papel, a que se seguiu A Sucessora (1979); Cabocla (1979), onde era Pepa, a Sevilhana; Água Viva (1980); Baila Comigo (1981); Louco Amor (1983); fez de Carmosina em Tieta (1989); Lua Cheia de Amor (1990), no papel de Kika Jordão; Pedra Sobre Pedra (1992), onde interpretava o papel de Delegada Francisquinha; Fera Ferida (1993); interpretou Anabel em Salsa e Merengue (1996); Porto dos Milagres (2001); Sabor da Paixão (2002); e América (2005). Ainda na televisão, participou nas séries Engraçadinha… Seus Amores e Seus Pecados (1995) e em Hilda Furacão (1998).
Entre os seus grandes sucessos teatrais, contam-se as peças A Partilha, Todo o Mundo Sabe Que Todo o Mundo Sabe, A Vida Passa e Veneza, todas com encenação de Miguel Falabella.
Em 2005, voltou ao cinema em O Mistério de Irmã Vap, uma comédia realizada por Carla Camurati e filmada em São Paulo.
Como referenciar: Porto Editora – Arlete Salles na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-20 04:43:30]. Disponível em