ARPANET

Desenvolvida no último ano da década de 60, esta rede de computadores é considerada a mãe do que hoje se designa por Internet.

Através da ARPA (Advanced Research Projects Agency), o departamento de defesa norte-americano criou uma rede experimental de troca de informação entre computadores com o reduzido número inicial de quatro máquinas, comunicando entre si pela rede telefónica.
O crescimento desta rede originou o que viria a ser chamado ARPANET e permitiu que cientistas, investigadores e estrategos militares comunicassem entre si em tempo real através de correio eletrónico, a partir de pontos físicos distantes entre si.

Durante os anos 70, não só a ARPANET foi crescendo como outras redes foram sendo criadas nomeadamente, redes específicas a certas instituições e universidades. Estas redes utilizavam máquinas diferentes o que originou a necessidade de desenvolvimento de protocolos de comunicação de forma a permitir a sua interligação como o TCP/IP.

A Internet, segundo a designação atual, é o resultado da interligação de todas estas redes mais pequenas de uma forma consolidada.
Como referenciar: ARPANET in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-08-15 12:19:30]. Disponível na Internet: